Avaliação do efeito de diferentes porcentagens de sombreamento em germinação de soja

Autores

  • Rodrigo Techio Bressan
  • Edward Seabra Júnior
  • Daniel Marcos Dal Pozzo
  • Reginaldo Ferreira Santos
  • Suélen Cristina Maino

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v6i5.18530

Resumo


A soja (Glycine max), é à base da alimentação de bovinos e aves, além de ser um produto com alto valor comercial para exportação no Brasil. Os problemas de germinação ocorrem principalmente em função da temperatura e da insuficiência fotoperiódica durante a fase de crescimento. Por isso a fotoinibição, causada pelas variações de luminosidade, pode afetar as características das culturas, tanto em sua massa fresca quanto em seu tecido radicular, por isso manejo da luz é essencial para o desenvolvimento e crescimento das plantas tão essenciais como a soja. Assim avaliou-se o crescimento e desenvolvimento na germinação da semente de soja submetida a diferentes porcentagens de incidência solar, verificando efeitos no crescimento, utilizando telas de sombreamento de 50% e 100% mais a amostra de controle, em blocos casualizados em sextuplicatas de cada tratamento. Pode-se concluir que os diferentes tratamentos de luminosidade criados por telas de sombreamento (50% e 100%), provocaram efeitos negativos no desenvolvimento e germinação da semente de soja. As características afetadas foram: a massa fresca da raiz, o comprimento das folhas, a área foliar, e a massa seca das folhas, além de ter sido observado o mecanismo de fototropismo e o esbranquiçamento da parte aérea conforme se reduziu a luminosidade.

 

Downloads

Publicado

18-12-2017

Como Citar

TECHIO BRESSAN, R.; SEABRA JÚNIOR, E.; DAL POZZO, D. M.; FERREIRA SANTOS, R.; MAINO, S. C. Avaliação do efeito de diferentes porcentagens de sombreamento em germinação de soja. Acta Iguazu, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 231–238, 2017. DOI: 10.48075/actaiguaz.v6i5.18530. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/18530. Acesso em: 7 ago. 2022.