Influência do extrato de manga (Mangifera indica) sob o desenvolvimento inicial de quatro cultivares de cártamo (Carthamus tinctorius L.)

Autores

  • Fernando Muller
  • Edward Seabra Júnior
  • Daniel Marcos Dal Pozzo
  • Reginaldo Ferreira Santos
  • Lucas da Silveira

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v6i5.18942

Resumo


A cultura do cártamo pertence à família Asteraceae, na qual se enquadra como uma
planta oleaginosa, no entanto, pouca conhecida e certamente pouca pesquisada no país. Diante
disso, o presente trabalho tem por objetivo verificar o potencial de influência de extrato de
manga (Mangifera indica) sob o desenvolvimento inicial de quatro cultivares de cártamo. O
trabalho foi conduzido em bandeja em uma estufa com cobertura de polietileno, constituído
por quatro cultivares de cártamo (IAPAR, 4409, 2103 e 2232) submetidas a 100% de extrato
de vegetal de manga, contendo 6 repetição cada tratamento. Foram mensurados os seguintes
parâmetros: altura de planta (AP), comprimento de raiz (CR), massa fresca da parte aérea
(MFA) e de raiz (MFR) e massa seca da parte aérea (MAS) e de raiz (MSR), porcentagem de
germinação e índice de velocidade de germinação (IVG). Conclui-se que o extrato vegetativo
de manga interferiu somente na porcentagem de germinação e no índice de velocidade de
emergência. Na qual a cultivar IAPAR teve o melhor desempenho.

Downloads

Publicado

27-02-2018

Como Citar

MULLER, F.; SEABRA JÚNIOR, E.; DAL POZZO, D. M.; FERREIRA SANTOS, R.; DA SILVEIRA, L. Influência do extrato de manga (Mangifera indica) sob o desenvolvimento inicial de quatro cultivares de cártamo (Carthamus tinctorius L.). Acta Iguazu, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 147–151, 2018. DOI: 10.48075/actaiguaz.v6i5.18942. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/18942. Acesso em: 7 ago. 2022.