Interferência do extrato vegetal de mangueira na cultura do crambe

Autores

  • Fernando Muller
  • Edward Seabra Júnior
  • Daniel Marcos Dal Pozzo
  • Reginaldo Ferreira Santos
  • Lucas da Silveira

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v6i5.18943

Resumo


O conceito de alelopatia refere-se às interações que ocorrem entre as plantas que
habitam determinando meio, resultando em influências estimulantes, inibitórias ou neutras.
Diante disso, o presente trabalho teve por objetivo de analisar o potencial alelopático de
folhas de manga (Mangifera indica) sob o desenvolvimento inicial da cultura do crambe. O
experimento foi conduzindo em bandeja e realizado no campus da UNIOESTE de Cascavel -
PR. Foram utilizados 5 tratamentos (100%, 75%, 50%, 25% e 0% de extrato) com 6
repetições cada em delineamento em blocos casualizados (DBC). Foram analisados os
seguintes parâmetros: Índice vegetal de germinação IVG, percentagem de germinação (G),
alturas de plantas (aP), comprimento de raízes (CR) e massa fresca e seca de raízes e da parte
área. Os resultados obtidos permitem observar que o extrato aquoso das folhas de manga (M.
indica) pode exercer tanto influências neutras quanto inibitórias a depender da concentração
de extrato aplicado

Downloads

Publicado

27-02-2018

Como Citar

MULLER, F.; SEABRA JÚNIOR, E.; DAL POZZO, D. M.; FERREIRA SANTOS, R.; DA SILVEIRA, L. Interferência do extrato vegetal de mangueira na cultura do crambe. Acta Iguazu, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 152–158, 2018. DOI: 10.48075/actaiguaz.v6i5.18943. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/18943. Acesso em: 7 ago. 2022.