Desempenho agronômico de amendoim sob diferentes fontes e doses de biofertilizantes

Autores

  • Lucimara Ferreira de Figueredo
  • Sebastião de Oliveira Maia Júnior
  • Janailson Pereira de Figueredo
  • Josimar Nogueora da Silva
  • Rosinaldo de Sousa Ferreira
  • Raimundo Andrade

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v7i5.19345

Resumo


O uso de alimentos oriundos da agricultura orgânica é cada vez mais crescente a nível mundial, pois os adubos orgânicos proporcionam diversos benefícios ao solo como a disponibilidade de nutrientes. Assim sendo, objetivou-se com este estudo avaliar o crescimento e a produção de plantas de amendoim submetidas à adubação orgânica. O experimento foi realizado em condições de campo na Universidade Estadual da Paraíba, Campus IV, Catolé do Rocha, PB. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, com cinco tipos de biofertilizantes (T1=Biofertilizante à base de esterco bovino não enriquecido; T2=Enriquecido com farinha de rocha; T3=Enriquecido com farinha de rocha + leguminosas; T4=Enriquecido com farinha de rocha + cinza de madeira e T5=Enriquecido com farinha de rocha + leguminosas + cinza de madeira), e cinco dosagens (D1=0,0; D2=250; D3=500; D4=750 e D5=1000 mL/m/linear) em quatro repetições. Foram avaliadas: altura da planta, área foliar, biomassa das folhas, caules, raízes, número de vagens por planta e teor de óleo. O crescimento, a produção de biomassa e o teor de óleo de amendoim foram influenciados pelas doses de biofertilizantes, independente do tipo aplicado.

Downloads

Publicado

04-02-2019

Como Citar

FIGUEREDO, L. F. de; MAIA JÚNIOR, S. de O.; FIGUEREDO, J. P. de; SILVA, J. N. da; FERREIRA, R. de S.; ANDRADE, R. Desempenho agronômico de amendoim sob diferentes fontes e doses de biofertilizantes. Acta Iguazu, [S. l.], v. 7, n. 5, p. 17–26, 2019. DOI: 10.48075/actaiguaz.v7i5.19345. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/19345. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS