Implicações da escarificação, plantas de cobertura e da gessagem na estrutura de um Latossolo argiloso sob sistema plantio direto e no rendimento de grãos de crambe

Autores

  • Vitor Turra Tozzo Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel
  • Deonir Secco Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel
  • Luciene Kazue Tokura Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel
  • Luiz Antônio Zanão Júnior
  • Bruna de Villa Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel
  • Lucas Silveira Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel
  • Claudia Borgmann Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v8i3.20042

Palavras-chave:

plantio direto, Crambe abyssinica, estrutura física do solo

Resumo


O objetivo do trabalho foi o de avaliar o efeito da escarificação do solo, do uso de plantas de cobertura e da aplicação do gesso agrícola na estrutura do solo e no rendimento de grãos de crambe. O experimento foi conduzido na área experimental do IAPAR, localizada em Santa Tereza do Oeste/PR com parcelas de 25 x 20 m. O solo é classificado como um Latossolo Vermelho Distroférrico típico, relevo suave-ondulado, substrato basalto. O clima da região é cfa, subtropical mesotérmico húmido, de acordo com a classificação de Koppem. Os tratamentos foram os seguintes: T1: Plantio direto com solo escarificado (PDSE); T2: Plantio direto com aveia preta + nabo forrageiro (Avena strigosa Schreb. + Raphanus sativus L.) (PDRA+N); T3: Plantio direto com aplicação de gesso agrícola (PDSG) e T4: Plantio direto tradicional (PDT-Testemunha). Avaliou-se a densidade de solo; microporosidade; macroporosidade; porosidade total; condutividade hidráulica de solo saturado, nas camadas de 0-10; 10-20 e 20-30 cm. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acaso. A análise estatística constou de análise de variância e as médias de tratamentos foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância. A escarificação, o uso de plantas de cobertura e a aplicação do gesso agrícola não proporcionaram alterações significativas na estrutura do solo, possivelmente devido ao pouco tempo de avaliação destas práticas de manejo. O rendimento de grãos do crambe não foi afetado significativamente pelos tratamentos avaliados em virtude do bom estado estrutural do solo evidenciado no tratamento testemunha.

Biografia do Autor

Vitor Turra Tozzo, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel

Graduação em Engenharia Agrícola

Deonir Secco, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Luciene Kazue Tokura, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Bruna de Villa, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Lucas Silveira, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Claudia Borgmann, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus Cascavel

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Downloads

Publicado

06-10-2019

Como Citar

TOZZO, V. T.; SECCO, D.; TOKURA, L. K.; ZANÃO JÚNIOR, L. A.; DE VILLA, B.; SILVEIRA, L.; BORGMANN, C. Implicações da escarificação, plantas de cobertura e da gessagem na estrutura de um Latossolo argiloso sob sistema plantio direto e no rendimento de grãos de crambe. Acta Iguazu, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 1–7, 2019. DOI: 10.48075/actaiguaz.v8i3.20042. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/20042. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS