Migração de Consumidor Cativo para Consumidor Livre – Estudo de Caso em Santa Catarina

Autores

  • Oswaldo Hideo Ando Junior Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
  • Jorge Javier Gimenez Ledesma UNILA
  • Samuel Nelson Melegari De Souza UNIOESTE
  • Reginaldo Ferreira Dos Santos UNIOESTE
  • Mario Orlando Oliveira Faculdade de Engenharia, UNaM
  • Anderson Diogo Spacek SATC

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v9i1.21620

Palavras-chave:

Comercialização de energia elétrica, Mercado livre de energia, Setor elétrico brasileiro, Estudo de Caso

Resumo


Este artigo apresenta um estudo para a migração do mercado cativo para o mercado livre de eletricidade para uma indústria do sul de Santa Catarina - Brasil. O trabalho visa reduzir os gastos com eletricidade e demonstrar as vantagens, desvantagens e condições técnicas necessárias para se tornar um consumidor livre. Para o desenvolvimento desta análise, considera-se o consumo médio de energia e os geradores de conjuntos com os quais conta a unidade industrial. Além disso, a análise de viabilidade econômica é baseada em projeções de demanda por ano e simulações de consumo para dois períodos diferentes, 2014 e 2015. Os resultados obtidos mostram que a reclassificação da unidade industrial no tipo de consumidor, resultando em uma economia significativa no custo de eletricidade. Este estudo demonstra que a migração para o mercado livre de eletricidade é tecnicamente viável e tem benefícios econômicos muito significativos para a empresa analisada.

Biografia do Autor

Oswaldo Hideo Ando Junior, Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

Possui Graduação em Engenharia Elétrica (2006) com Especialização em Gestão Empresarial (2007) pela Universidade Luterana do Brasil - ULBRA com Mestrado em Engenharia Elétrica (2009) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS e Doutorado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2014) . Atualmente é Professor do Curso de Engenharia de Energias Renováveis da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA e atua como Consultor ad hoc da FAPESC e de Periódicos. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica e Engenharia de Energias atuando principalmente nos seguintes temas: Conversão de Energia, Qualidade da Energia Elétrica, Sistemas Elétricos de Potência, Captação de Energias Residuais e Eficiência Energética.

Mario Orlando Oliveira, Faculdade de Engenharia, UNaM

Mario Orlando de Oliveira se graduó en Ingeniería Electromecánica por la Universidad Nacional de Misiones (UNaM), Argentina en 2005. Concluyó el Maestría y Doctorado en Ingeniería Eléctrica por la Universidad Federal de Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil en 2009 y 2013 respectivamente. En la actualidad, es profesor adjunto en la Facultad de Ingeniería de la UNaM en los cursos de ingeniería electrónica, electrónica e industrial que actúa en las áreas de Sistemas Eléctricos de Potencia y Máquinas Eléctricas. Además, es director del Laboratorio de Investigación y Desarrollo en Energía Eléctrica (LIDEE) de la Facultad de Ingeniería de la UNaM. Es miembro del cuerpo editor del períodico; International Journal of Automation and Power Engineering; Es actúa como revisor de importantes períodicos como: IEEE Transaction on Power Delivery, IEEE Transaction on Power Systems e IET Generation, Transmission & Distributions. Participa en proyectos de ingeniería, consultoría e investigaciones junto al Centro de Estudios de Energía para el Desarrollo (CEED), Argentina

Anderson Diogo Spacek, SATC

Doutor em Ciência e Tecnologia dos Materiais pelo programa de Pós-Graduação em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais (PPGE3M) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Pós-graduação (lato-sensu) em Psicopedagogia pela Inteligência Educacional e Sistema de Ensino (IESDE) e graduação em Tecnologia em Automação Industrial pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). Possuo formação técnica inicial no curso técnico de Eletrônica da Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina (Colégio SATC). A principal atuação profissional é como professor da FACULDADE SATC onde leciono como professor das áreas eletroeletrônica e de automação, além disso, atuo na elaboração e execução de propostas de projetos de pesquisa e desenvolvimento para organismos públicos de fomento e também de empresas privadas. Sou na atualidade revisor do periódico IEEE Latin América e estou habilitado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para avaliação de projetos de pesquisa e desenvolvimento (Processo 48500.001994/2017-23 divulgado no D.O.U. número 80 de 27/04/2017). Registro profissional CREA n° 090072-9.

Downloads

Publicado

31-03-2020

Como Citar

ANDO JUNIOR, O. H.; GIMENEZ LEDESMA, J. J.; DE SOUZA, S. N. M.; DOS SANTOS, R. F.; OLIVEIRA, M. O.; SPACEK, A. D. Migração de Consumidor Cativo para Consumidor Livre – Estudo de Caso em Santa Catarina. Acta Iguazu, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 67–81, 2020. DOI: 10.48075/actaiguaz.v9i1.21620. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/21620. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS