Modelo matemático na estimativa da radiação solar fotossinteticamente ativa

Autores

  • Reinaldo Prandini Ricieri
  • Samuel Nelson Melegari de Souza
  • Reinaldo Prandini Ricieri Filho

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v8i2.22868

Resumo


O artigo descreve modelos matemáticos para estimar a irradiância PAR em função da irradiância Global na região de Santa Helena/PR (latitude 24º51’S, longitude 54º19’W-GR e altitude 258m), onde foram encontrados quatro modelos matemáticos, um para cada período sazonal do ano. Os dados foram coletados no município de Santa Helena/PR no período de setembro de 2003 a abril de 2005. As medidas de irradiância solar global foram obtidas por um piranômetro da Kipp & Zonen - modelo CM3 e da irradiância solar fotossinteticamente ativa (PAR) por um sensor quântico da marca LI-COR. No período do verão o erro médio de -8,51%, no outono -3,88%, no inverno 0,87% e na primavera 2,07%.

Downloads

Publicado

21-07-2019

Como Citar

PRANDINI RICIERI, R.; MELEGARI DE SOUZA, S. N.; RICIERI FILHO, R. P. Modelo matemático na estimativa da radiação solar fotossinteticamente ativa. Acta Iguazu, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 101–106, 2019. DOI: 10.48075/actaiguaz.v8i2.22868. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/22868. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS