Parâmetros genéticos na seleção de feijão-caupi sob estresse hídrico em cultivo protegido

Autores

  • Ariana Lisboa Meira Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Vitória da Conquista- BA
  • Thays Moura Santana Universidade Estadual Santa Cruz
  • Yuri Ferreira Amorim Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Joseane Oliveira da Silva Instituto Federal da Bahia- IFBA, campos de Vitória da Conquista
  • Divino Levi Miguel UESB- Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/ Docente
  • Cláudio Lúcio Fernandes Amaral UESB- Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/ Docente

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v9i2.23397

Palavras-chave:

déficit hídrico, produção de grãos, Vigna unguiculata

Resumo


O feijão-caupi é uma Fabacea amplamente distribuída no mundo. Foi objetivo deste trabalho, estimar parâmetros genéticos na seleção de cultivares de feijão-caupi, sob estresse hídrico, no município de Vitória da Conquista, BA, em cultivo protegido. Os tratamentos consistiram em quatro cultivares (BRS Pujante, BRS Guariba, BRS Marataoã, BRS Xique-xique), submetidas a quatro níveis de irrigação (40, 60, 80 e 100%, que foi a testemunha) com delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições. As variáveis analisadas foram comprimento de vagem (CVag), número de vagem por planta (NVP), número de grãos por vagem (NGV), massa de cem grãos (MCG) e produtividade (PROD). Somente CVag e NGV diferiram entre as cultivares, sendo estimadas para estas, coeficientes de variação genotípica (CVg), fenotípica (CVf), ambiental (CVa), relação CVg/CVa, herdabilidade (h2) e ganho genético (GA%). As estimativas de CVa foram baixas, CVf foi média e h2 e GA%, foram altas. Em relação às correlações, CVag apresentou correlações fenotípicas e genotípicas positivas fracas e significativas entre NGV, MCG e PROD; observaram-se correlações significativas positivas entre PROD e NGV e negativas entre PROD e NV e entre NGV e NV. As correlações ambientais foram moderadas e fracas, independentes se positivas ou negativas. A MCG foi a variável menos afetada, em relação aos níveis de irrigação. A cultivar BRS Marataoã foi a mais tolerante ao estresse hídrico e BRS Xique-xique, a menos tolerante quando submetidas ao nível de irrigação de 80%, intermediárias para 60 % e menores para 40%.

Biografia do Autor

Ariana Lisboa Meira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Vitória da Conquista- BA

Formação Engenheira Agronoma.

Doutora em Agronomia na UESB,  Campus Vitória da Conquista, Estrada do Bem Querer, Km 4, Caixa Postal 65, CEP 45083-900 – BA – Brasil. 

Departamento de Fitotecnia e Zootecnia

Area de concentração Fitotecnia - Melhoramento de Plantas

Thays Moura Santana, Universidade Estadual Santa Cruz

Departamento de Solos/ área Solos e Nutrição de Plantas

Yuri Ferreira Amorim, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Departamento de Fitotecnia e Zootecnia

Area de concentração Fitotecnia - Melhoramento de Plantas

Joseane Oliveira da Silva, Instituto Federal da Bahia- IFBA, campos de Vitória da Conquista

Ciências Agrárias/ Ciência do Solo

Divino Levi Miguel, UESB- Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/ Docente

Departamento de Engenharia Agricóla e Solos/ Microbiologia do Solo

Cláudio Lúcio Fernandes Amaral, UESB- Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/ Docente

Departamento Ciências Biológicas/ Melhoramento Vegetal

Downloads

Publicado

24-07-2020

Como Citar

MEIRA, A. L.; SANTANA, T. M.; AMORIM, Y. F.; DA SILVA, J. O.; MIGUEL, D. L.; AMARAL, C. L. F. Parâmetros genéticos na seleção de feijão-caupi sob estresse hídrico em cultivo protegido. Acta Iguazu, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 81–98, 2020. DOI: 10.48075/actaiguaz.v9i2.23397. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/23397. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS