Coinoculação com Bradyrhizobium e Azospirillum na soja em sucessão ao milho-safrinha em solo arenoso e argiloso

Autores

  • Ricardo Fachinelli Universidade Federal da Grande Dourados
  • Gessí Ceccon Analista da Embrapa Agropecuária Oeste.

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v9i2.23424

Palavras-chave:

fixação biológica do nitrogênio, Glycine max, fitotecnia

Resumo


A competitividade da soja brasileira no mercado internacional está ligada ao uso racional de nutrientes, principalmente, pelo processo de fixação biológica do nitrogênio. Objetivou-se avaliar fontes de nitrogênio na cultura da soja em solos com textura arenosa e argilosa. O experimento foi conduzido em Dourados, MS, na safra 2016/2017. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com parcelas subdivididas com 6 repetições. Na parcela principal estudou-se dois solos, (Latossolo Vermelho eutrófico - LVe e Latossolo Vermelho Amarelo distrófico - LVAd) e  nas subparcelas, as inoculações na soja cv BRS 1001PRO e no milho safrinha cultivado no outono-inverno, sendo: adubação química nitrogenada na semeadura do milho safrinha e da soja , inoculação com Azospirillum brasilense apenas na soja,  inoculação com Bradyrhizobium  apenas na soja, inoculação com Azospirillum no milho safrinha e com Bradyrhizobium na soja e inoculação com A. brasilense no milho safrinha e coinoculação de Bradyrhizobium com Azospirillum na soja. Em ambos os solos, para o crescimento inicial e produtividade da soja inoculada com Azospirillum ou Bradyrhizobium ou a co-inoculação foram equivalentes à adubação nitrogenada. Não há interferência do tipo de solo para a produtividade da soja nas condições estudadas.

Biografia do Autor

Ricardo Fachinelli, Universidade Federal da Grande Dourados

Ricardo Fachinelli é Engenheiro Agrônomo, Formado pela Universidade Federal da Grande Dourados, com periodo sanduíche na Universidad del Valladolid, Espanha. Mestre e Doutorando em Agronomia pelo Programa de Pós Graduação em Agronomia - Produção Vegetal da UFGD, sob a orientação do Dr. Gessí Ceccon, desenvolvendo suas pesquisas na Embrapa Agropecuária Oeste, Dorados MS.

Gessí Ceccon, Analista da Embrapa Agropecuária Oeste.

Engenheiro Agrônomo, Doutor em Agronomia, Analista da Embrapa Agropecuária Oeste.

Downloads

Publicado

24-07-2020

Como Citar

FACHINELLI, R.; CECCON, G. Coinoculação com Bradyrhizobium e Azospirillum na soja em sucessão ao milho-safrinha em solo arenoso e argiloso. Acta Iguazu, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 99–108, 2020. DOI: 10.48075/actaiguaz.v9i2.23424. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/23424. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS