Mapeamento das Fontes geradoras e estimativa da geração de poluentes gasosos contendo compostos orgânicos voláteis no Brasil, no Paraná e em Toledo-PR

Autores

  • Tiago Ferreira
  • Andy Avimael Saavedra Mendoza
  • Camilo Freddy Mendoza Morejon

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v8i5.23794

Palavras-chave:

Poluição Atmosférica, Compostos Orgânicos Voláteis, Indústrias, Emissão de Poluentes Gasosos.

Resumo


Compostos orgânicos voláteis (COV’s) contidos em poluentes gasosos, quando não tratados corretamente, podem causar problemas no meio ambiente e na saúde dos sistemas vivos. O desenvolvimento de soluções tecnológicas para tratamento destes poluentes requer a caracterização detalhada das FONTEs geradoras. Neste contexto, o objetivo do trabalho foi a explicitação das empresas com potencial de emissão de COV’s e a estimativa de emissões anuais no Brasil, no Paraná e no município de Toledo-PR. A metodologia contemplou a prospecção de dados na plataforma ECONODATA, utilizando os códigos obtidos da CNAE, e em cadastros das indústrias no município de Toledo-PR e a estimativa do potencial de geração de COV’s, por meio da relação entre as matérias primas, produtos e a eficiência dos processos de transformação. O resultado da pesquisa apontou 199.902 empresas atuantes nos setores potencialmente poluidores, das quais 320 empresas inseridas no município de Toledo-PR, que podem gerar até 104 toneladas de COV’s anualmente.

Downloads

Publicado

18-12-2019

Como Citar

FERREIRA, T.; MENDOZA, A. A. S.; MOREJON, C. F. M. Mapeamento das Fontes geradoras e estimativa da geração de poluentes gasosos contendo compostos orgânicos voláteis no Brasil, no Paraná e em Toledo-PR. Acta Iguazu, [S. l.], v. 8, n. 5, p. 78–86, 2019. DOI: 10.48075/actaiguaz.v8i5.23794. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/23794. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS