Desempenho produtivo da soja submetida a aplicação de fitorreguladores em diferentes estádios fenológicos

Autores

  • Daicon Godeski Moreira Santa Catarina State University/ Departament of Agronomy/ Laboratory of Crop Plant / Lages 88520-0000
  • Clovis Arruda Souza Santa Catarina State University Departament of Agronomy https://orcid.org/0000-0003-0037-1509
  • Alex Fernando Basilio Santa Catarina State University Departament of Agronomy Laboratory of Crop Plant Lages 88520-0000
  • Deivid Luis Vieira Stefen Santa Catarina State University Departament of Agronomy Laboratory of Crop Plant Lages 88520-0000

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v9i3.24224

Palavras-chave:

Glycine max Merril L., Reguladores de crescimento, Estratégias de manejo

Resumo


Resumo: O uso de fitorregulador pode reduzir o crescimento vegetativo, tornar a planta de soja mais compacta, reduzindo o índice de acamamento. Objetivou-se neste estudo avaliar os efeitos de dose e estádios de aplicação de fitorreguladores sobre os atributos morfométricos e desempenho produtivo da soja em ambiente controlado e em campo. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação e em campo, no município de Lages–SC, Brasil, na safra 2016/17. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Em casa de vegetação o arranjo fatorial foi 3x5 (estádios fenológicos e doses de fitorregulador cloreto de chlormequat. No campo, foram avaliados quatro ingredientes ativos: cloreto de chlormequat; etefon; benziladenina e prohexadiona cálcica. Todos os tratamentos foram aplicados quando as plantas estavam em estádio V9. Em ambos experimentos a cultivar utilizada foi a TMG 7062 IPRO. No experimento em casa de vegetação o cloreto de chlormequat não reduziu a altura da planta e não afetou a produtividade, independente da dose utilizada e dos estádios fenológicos de aplicação. Em condições de campo todos os tratamentos reduziram altura de plantas. A massa de mil grãos (menor) e umidade (maior) foram afetadas negativamente pela aplicação de prohexadiona cálcica, etefon e benziladenina. O emprego do fitorregulador cloreto de chlormequat em todas as doses resulta em maior diâmetro e maior rendimento de grãos soja cv TMG 7062 IPRO, sem afetar o índice de acamamento de plantas.

 

Biografia do Autor

Daicon Godeski Moreira, Santa Catarina State University/ Departament of Agronomy/ Laboratory of Crop Plant / Lages 88520-0000

Santa Catarina State University/ Departament of Agronomy/ Laboratory of Crop Plant / Lages 88520-0000

Clovis Arruda Souza, Santa Catarina State University Departament of Agronomy

Santa Catarina State University
Departament of Agronomy
Laboratory of Crop Plant

Lages 88523-0000

Alex Fernando Basilio, Santa Catarina State University Departament of Agronomy Laboratory of Crop Plant Lages 88520-0000

Santa Catarina State University
Departament of Agronomy
Laboratory of Crop Plant

Lages 88520-0000

Deivid Luis Vieira Stefen, Santa Catarina State University Departament of Agronomy Laboratory of Crop Plant Lages 88520-0000

Santa Catarina State University
Departament of Agronomy
Laboratory of Crop Plant

Lages 88520-0000

Downloads

Publicado

16-11-2020

Como Citar

MOREIRA, D. G.; SOUZA, C. A.; BASILIO, A. F.; STEFEN, D. L. V. Desempenho produtivo da soja submetida a aplicação de fitorreguladores em diferentes estádios fenológicos. Acta Iguazu, [S. l.], v. 9, n. 3, p. 55–68, 2020. DOI: 10.48075/actaiguaz.v9i3.24224. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/24224. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS