Resposta do trigo e soja após a aplicação de doses de gesso agrícola

Autores

  • Bruna Thaina Bartzen Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Paulo Sérgio Rabello de Oliveira Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Genésio Onorio Seidel Cooperativa Agroindustrial Copagril
  • Gabriele Larissa Hoelscher Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Jeferson Tiago Piano Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v9i3.24834

Palavras-chave:

características agronômicas, gessagem, produtividade.

Resumo


A aplicação de gesso agrícola confere melhores condições na camada subsuperficial do solo, atuando como condicionador, proporcionando benefícios ao desenvolvimento radicular e produtividade de grãos das culturas. Nesse sentido, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de doses de gesso agrícola sobre os parâmetros produtivos das culturas do trigo e da soja em sistema de plantio direto. O experimento foi implantado em 2018, na Estação Experimental da Copagril, pertencente a Cooperativa Agroindustrial Copagril, no município de Marechal Cândido Rondon – PR, em Latossolo Vermelho Eutroférrico de boa fertilidade natural. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, os tratamentos foram constituídos por seis doses de gesso (0, 600, 1200, 2400, 4800, 9600 kg ha-1), com quatro repetições. Em maio de 2018 foi semeada a cultura do trigo e avaliadas as características agronômicas (número de perfilhos, altura, comprimento de espiga, número de espiguetas e de grãos por espiga, massa de 1000 grãos e produtividade) e em setembro, foi implantada a cultura da soja, e avaliada as características agronômicas (estande de plantas, altura, número de vagens por planta, número de grãos por vagem, diâmetro do caule, massa de 1000 grãos e produtividade). Para o trigo a dose de 4800 kg ha-1 produziu 6,42% e na soja a dose de 2400 kg ha-1 de gesso produziu 6,66% a mais ambas em relação a testemunha, contudo sem diferenças significativas entre os tratamentos, em condição de solos sem limitações químicas (teores altos de Ca e baixos teores de Al na camada subsuperfial).

Biografia do Autor

Bruna Thaina Bartzen, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Engenheira agrônoma, Mestre em agronomia com ênfase na área de produção vegetal.

Downloads

Publicado

16-11-2020

Como Citar

BARTZEN, B. T.; OLIVEIRA, P. S. R. de; SEIDEL, G. O.; HOELSCHER, G. L.; PIANO, J. T. Resposta do trigo e soja após a aplicação de doses de gesso agrícola. Acta Iguazu, [S. l.], v. 9, n. 3, p. 113–123, 2020. DOI: 10.48075/actaiguaz.v9i3.24834. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/24834. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS