Representações sociais sobre o judô no Brasil veiculadas pela revista Veja (anos 1970/1980)

Autores

  • Alice Beatriz Assmann Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)
  • Josiana Ayala Ledur Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)
  • Tuany Defaveri Begossi Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)
  • Janice Zarpellon Mazo Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)

DOI:

https://doi.org/10.36453/2318-5104.2018.v16.n1.p129

Palavras-chave:

Jogos Olímpicos, Judô, representações sociais, artes marciais, lutas.

Resumo


A participação do Brasil na modalidade esportiva judô em Jogos Olímpicos (JO) iniciou na década de 1970. Diferentes meios de comunicação veicularam notícias sobre o evento e, dentre estes, se destaca a revista Veja. Diante disso, o objetivo do estudo é investigar as representações sociais constituídas/compostas pela revista Veja sobre a participação dos atletas brasileiros de judô, nas edições dos JO de 1972 até 1988. Para tanto, foram coletadas reportagens relacionadas ao fenômeno estudado, nas edições da revista Veja, disponibilizadas em acervo digital. A interpretação das informações culminou na construção de três categorias de análise, a saber: a) O judô no Brasil; b) A conquista das medalhas; c) O judô brasileiro olímpico. Foi evidenciado que, inicialmente, a participação do judô brasileiro em Jogos Olímpicos era associada a uma identidade japonesa. Ademais, buscava-se desvincular representações de insuficiência e fracasso da identidade brasileira. No decorrer dos anos, os discursos veiculados na revista foram sendo transformados, possivelmente, em decorrência das medalhas conquistadas pelos judocas, e o judô, passou a ser representado como um esporte nacional. Por fim, ressalta-se que a revista Veja por ser um instrumento midiático, deve ser analisada com criticidade, sendo necessário atentar-se para a superficialidade e parcialidade dos discursos e suas repercussões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Beatriz Assmann, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)

Representações Sociais do Movimento Humano, História do esporte e da Educação Física.

Josiana Ayala Ledur, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)

Representações Sociais do Movimento Humano, História do esporte e da Educação Física.

Tuany Defaveri Begossi, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)

Representações Sociais do Movimento Humano, História do esporte e da Educação Física.

Janice Zarpellon Mazo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS)

Representações Sociais do Movimento Humano, História do esporte e da Educação Física.

Referências

AMARO, F. O Jornal do Brasil e a representação dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos: notas de uma pesquisa. Estudos em Jornalismo e Mídia, v. 11, p. 472-483, 2014.

AMORIM, P.H. O quarto poder. São Paulo: Ed. Hedra, 2014.

BARROS, E. P. A construção do sucesso na revista Veja. Dissertação apresentada para a obtenção do título de Mestre em Comunicação e Semiótica Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2010, 133 f.

COIMBRA, Cecília Maria Bouças. Media and production of ways of existence. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 17, n. 1, p. 1-4, 2001.

JODELET, D. Représentations sociales: undomaineen expansion. In: JODELET D. (Ed.) Les représentations sociales. Paris: PUF, 1989. p. 31-61. Tradução: Tarso Bonilha Mazzotti. Revisão Técnica: Alda Judith Alves-Mazzotti. UFRJ- Faculdade de Educação, 1993.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: Eduerj, 2002, p.17-44.

JODELET, D. Representações Sociais: um domínio em expansão. JODELET, D (org.). As Representações Sociais. Rio de Janeiro: Editora UER, 2001.

LINHALES, Meily Assbú. A trajetória política do esporte no Brasil: interesses envolvidos, setores excluídos. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1996.

LUCA, T. R. História dos, nos e por meio dos periódicos. In: PINSKI, C. (Org.). Fontes históricas. São Paulo: Contexto, 2010, p. 23-80.

NUNES, A.V. A influência da imigração japonesa no desenvolvimento do judô brasileiro: uma genealogia dos atletas brasileiros medalhistas em Jogos Olímpicos e campeonatos mundiais. Tese de (Doutorado)- Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, 2011.

NUNES, Velly Alexandre; KOSMANN, Torres Fernanda; SHOURA, L. Maurício. Judô no Rio Grande do Sul. In: Atlas do Esporte no Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2005, p. 33-34.

NUNES, Alexandre Velly; RUBIO, Kátia. As origens do judô brasileiro: a árvore genealógica dos medalhistas olímpicos. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v.26, n.4, p.667-78, out./dez. 2012.

OLIVEIRA, Marcus Aurélio Taborda de. Esporte e política na ditadura militar brasileira: a criação de um pertencimento nacional esportivo. Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 04, p. 155-174, out/dez de 2012.

PARIZOTTO, Pedro Gabriel Gil; SILVA, Allan Fernando Zardo da; HEROLD JÚNIOR, Carlos; STAREPRAVO, Fernando Augusto. O processo de institucionalização e regulamentação das artes marciais orientais no Brasil. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 15, n. 1, p. 53-62, jan./jun. 2017.

PIMENTEL, A. O método da análise documental: seu uso numa pesquisa historiográfica. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, n. 114, p. 179-195, nov. 2001.

RAUTENBERG, Edina. A revista Veja durante a ditadura civil-militar brasileira: uma discussão a respeito do seu papel no campo do poder e da luta de classes. Em Debate: Revista Digital, Florianópolis, n. 5, p. 64-85, 2011.

REVISTA VEJA. Sessão Olimpíada/24 de agosto, 1988. Editora Abril, nº 34, p. 78.

REVISTA VEJA. Sessão Esporte/ 6 de setembro, 1972. Editora Abril, nº 209, p. 97-98.

RUBIO, K. O trabalho do atleta e a produção do espetáculo esportivo. Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales. Universidad de Barcelona, v. VI, n. 119 (95), 1 ago. 2002. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/sn/sn119-95.htm. Acesso em 28 de setembro de 2017.

SILVA, E. F. G ; SANTOS, S. E. B. O impacto e a influência da mídia sobre a produção da subjetividade. In: Abrapso, XV, 2009, Maceió, Faculdade Integrada Tiradentes – FITs. Anais, Maceio: FITs.

SIQUEIRA, Denise da Costa Oliveira; FARIA, Aline de Almeida. Comunicação, Mídia e Consumo. São Paulo, 2007. Disponível em: http://www. revistas.univerciencia.org/index.php/comunicacaomidiaeconsumo/article/view/5032/4656. Acesso em: 22 de Agosto de 2017.

TABORDA DE OLIVEIRA, Marcus Aurélio. Esporte e política na ditadura militar brasileira: a criação de um pertencimento nacional esportivo. Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 04, p. 155-174, out/dez de 2012.

TEIXEIRA, Gilmar Nascimento; DUARTE, Monica. NOÇÕES GERAIS ACERCA DO USO DA IMAGEM DE ATLETA PROFISSIONAL. Seminário Internacional de Demandas Sociais e Políticas Públicas na Sociedade Contemporânea, n. 11, 2014.

A GUERRA ESQUENTOU. Revista Veja. Sessão Esporte/23 de abril, 1980. Editora Abril, nº 607, p. 90.

A OUTRA MEDALHA. Revista Veja. Sessão Esporte/13 de setembro, 1972. Editora Abril, nº 210, p. 72.

APRENDER ANTES DE COMPETIR. Revista Veja. Sessão Esporte/13 de setembro, 1972. Editora Abril, nº 210, p. 68-72.

ARRANCADA PARA SEUL. Revista Veja. Sessão Olimpíada/24 de agosto, 1988. Editora Abril, nº 34, p. 78.

BRASILEIROS: AS MEDALHAS GANHAS POR ACASO. Revista Veja. 28 de julho, 1976. Editora Abril, nº 412, p. 114.

FAIXA PRETA. Revista Veja. 19 de outubro, 1988. Editora Abril, nº 42, p. 43.

GOLPES MAGISTRAIS. Revista Veja. Sessão Olimpíada/05 de outubro, 1988. Editora Abril, nº 40, p. 50-53.

O COMEÇO DA ORGANIZAÇÃO. Revista Veja. Sessão Esportes/ 23 de agosto, 1972. Editora Abril, nº 207, p. 45.

OS INEXPERIENTES DE MUNIQUE. Revista Veja. Sessão Esporte/ 6 de setembro, 1972. Editora Abril, nº 209, p. 97-98.

RUMOS INCERTOS. Revista Veja. 22 de agosto, 1984. Editora Abril, nº 833, p. 48.

SÓ SURRAS. Revista Veja. 04 de agosto, 1976. Editora Abril, nº 413, p. 100.

VITÓRIAS NO TATAME. Revista Veja. 15 de agosto, 1984. Editora Abril, nº 832, p. 46, 60.

Downloads

Publicado

05-06-2018

Como Citar

ASSMANN, A. B.; LEDUR, J. A.; BEGOSSI, T. D.; MAZO, J. Z. Representações sociais sobre o judô no Brasil veiculadas pela revista Veja (anos 1970/1980). Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 16, n. 1, p. 129–139, 2018. DOI: 10.36453/2318-5104.2018.v16.n1.p129. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/19107. Acesso em: 27 nov. 2021.