Aprendizagem profissional de treinadores de tênis: um ensaio para primeiras aproximações com o contexto nacional de formação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36453/2318-5104.2020.v18.n2.p107

Resumo


INTRODUÇÃO: No Brasil, pesquisas referentes ao desenvolvimento do treinador são recentes. Nos últimos cinco anos observam-se os primeiros movimentos para a formação de grupos de pesquisa especificamente ligados à temática. OBJETIVO: Na tentativa de contribuir nesse cenário, este ensaio bibliográfico, de caráter exploratório, busca apresentar o panorama atual de oportunidades de aprendizagem em contexto formal e não formal, disponíveis aos treinadores brasileiros de tênis em seu processo de aprendizagem profissional. RESULTADOS: Alguns dilemas encontrados na formação inicial, por meio da via acadêmica e na continuada, pelas vias acadêmica e federativa, são apresentados e debatidos com a literatura. CONCLUSÃO: Por fim, possíveis avanços frente aos impasses percebidos são sugeridos, visando contribuir com as instituições envolvidas na formação de treinadores da modalidade.ABSTRACT. Tennis coches’ professional learning: an essay for the approximation to the national context.BACKGROUND: In Brazil, research on coaches’ development is recent. In the last five years, efforts were made to organize the first research groups concerned to study coaches’ development. OBJECTIVE: In attempt to contribute in this scenario, this exploratory bibliographic essay aims to present the current panorama of learning opportunities available to Brazilian tennis coaches in formal and non-formal context. RESULTS: Dilemmas in the academic initial training as well as in the continuing training through the academic and federative path are presented and discussed with the current literature. CONCLUSION: Finally, suggestions to overcome the current stalemates are presented to contribute to the organizations involved on tennis coaches’ training and development.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caio Corrêa Cortela, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Confederação Brasileira de Tênis (CBT)

Doutor em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Mestre em Treinamento Esportivo para crianças e jovens pela Universidade de Coimbra. Membro do Núcleo de Pesquisa em Psicologia e Pedagogia do Esporte (NP3-Esporte/UFRGS), do Grupo de Estudos de Metodologias de Ensino e Psicologia do Esporte (GEMEPE/UFMT) e do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Esportes de Raquete - (GRIPER/Unicamp). Atua com a modalidade Tênis em diferentes vertentes, e nas áreas de Formação de Treinadores e Pedagogia do Esporte.

Referências

BRASIL. Lei N°. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acessado em: 9 de janairo de 2015.

BRASIL. Lei N°. 9.696, 1 de setembro de 1998. Diário Oficial da União, Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9696.htm>. Acessado em: 20 de janeiro de 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC 2017. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf>. Acessado em: 04 outubro de 2019.

CAVAZANI, R. N.; CESANA, J.; DA SILVA, L. H.; CRESSONI, F. E. G.; TAVARES JUNIOR, A. C.; ARANHA, A. C. M., et al. O técnico de judô: um estudo comparativo após 10 anos da regulamentação da Educação Física. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Taguatinga, v. 21, n. 3, p. 105-17, 2013.

CBTa. Confederação Brasileira de Tênis. Departamento de Capacitação de Treinadores. Disponível em: <http://cbt-tenis.com.br/capacitacao.php?cod=2>. Acessado em: 31 de março de 2020.

CBTa. Confederação Brasileira de Tênis. Estrutura dos Cursos de formação oferecidos pelo Departamento de Capacitação. Disponível em: <http://cbt-tenis.com.br/capacitacao.php?cod=3>. Acessado em: 31 de março de 2020.

CBTa. Confederação Brasileira de Tênis. Perguntas e respostas: Qual a comparação dos Módulos da CBT com os cursos da ITF. Disponível em: <http://cbt-tenis.com.br/capacitacao.php?cod=6>. Acessado em: 31 de março de 2020.

CORTELA, C. C. Planeamento de carreira desportiva de jovens tenistas para a alta competição: a transição para a etapa de rendimento máximo. 2009. 96f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Desporto e Educação Física) - Universidade de Coimbra, Coimbra, 2009.

CORTELA, C. C.; ABURACHID, L. M.; CORTELA, D. N. R.; HAAS, L. G. N. O mercado de trabalho dos treinadores paranaenses de tênis. Revista Eletrônica FAFIT/FACIC, Itararé, v. 4, n. 2, p. 14-25, 2013b.

CORTELA, C. C.; ABURACHID, L. M.; SOUZA; S. P.; CORTELA, D. N. R.; FUENTES, J. P. G. A formação inicial e continuada dos treinadores paranaenses de tênis. Conexões, Campinas, v. 11, n. 2, p. 60-84, 2013a.

CORTELA, C. C.; BALBINOTTI, C. A. A.; TOZETTO, A. V. B.; BOTH, J.; MILISTETD, M. Associação entre formação inicial e autopercepção de competência profissional de treinadores de tênis. Journal of Sport Pedagogy and Research, Rio Maior, v. 3, n. 2, p. 32-42, 2017.

CORTELA, C. C.; GONÇALVES, G. H. T.; KLERING, R. T.; BALBINOTTI, C. A. A. O “estado da arte” das publicações sobre tênis em periódicos nacionais. Coleção Pesquisa em Educação Física, Várzea Paulista, v. 15, n. 2, p. 143-51, 2016.

CORTELA, C. C.; MILISTETD, M.; BOTH, J.; GALATTI, L.; CRESPO, M.; BALBINOTTI, C. A. A. Formación permanente y autopercepción de competencia: un estudio con entrenadores de tenis. Pensar em Movimiento, Montes de Oca, n. 17, v. 2, p. 1-18. 2019a.

CORTELA, C. C.; MILISTETD, M.; GALATTI, L.; BOTH, J.; BALBINOTTI, C. A. A. Perfil e desenvolvimento profissional de treinadores de tênis. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 17, n. 1, p. 167-78, 2019b.

DIAS, J. M.; SANTOS, S. G.; SILVA, O. J.; ABES, L. O.; CARABAGIALLE, M. A.; SIQUEIRA, S. G. O ensino e aprendizagem de Tênis nos cursos de Educação Física. In MORO, A. R. P.; DIAS, J. M. In: IV Jornada Internacional de treinamento e organização do tênis. Anais... Florianópolis: NETEC, 2002. p. 105-107.

FUENTES, J. P. G.; VILLAR, F. A. El entrenador de tenis de alto rendimiento – un estudio sobre su formación inicial y permanente. Badajoz: APROSUBA-3, 2004.

GOMES, R. E.; ISIDIO, A. S. M.; BATISTA, P. M. F.; MESQUITA, I. M. R. Acesso à carreira de treinador e reconhecimento das entidades responsáveis pela formação: um estudo com treinadores portugueses em função do nível de escolaridade e da experiência profissional. Journal of Physical Education, Maringá, v. 22, n. 2, p. 185-95, 2011.

ICCE. International Council for Coaching Excellence. International Sport Coaching Framework. 2. ed. Champaign: Human Kinetics, 2013.

ITF. International Tennis Federation. Recognition of Coach Education Systems of National Associations. 2014. Disponível em: <http://en.coaching.itftennis.com/media/152305/152305.pdf>. Acessado em: 04 de janeiro de 2015.

INTERNATIONAL TENNIS FEDERATION. (ITF). Coach Education Programme: Educating and certifying coaches. 2019b. Disponível em: <https://www.itftennis.com/en/news-and-media/articles/itf-coach-education-programme-educating-and-certifying-coaches/>. Acessado em: 03 de janeiro de 2020.

ITF. International Tennis Federation. ITF Global Tennis Report 2019: a report on tennis participation and performance worldwide. International Tennis Federation: London, 2019a.

LEITE, E. V.; CIESLAK, F.; SILVA, C. F.; BALBINOTTI, C. A. A.; CORTELA, C. C. Qualidade de vida, percepção de imagem corporal e aspectos de sonolência em treinadores de tênis de Campo Grande. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, Curitiba, v. 8, n. 2, p. 175-90, 2016.

LIMA, M. B. N.; ANDRADE, A.; VASCONCELLOS, D. I. C.; FARIA, M. B. Perfil da formação inicial e permanente de treinadores de tênis de alto rendimento do Brasil. Pensar a Prática, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 1-18, 2014.

MILISTETD, M.; CIAMPOLINI, V.; MENDES, M. S.; CORTELA, C. C.; NASCIMENTO, J. V. Student-coaches perceptions about their learning activities in the university context. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Brasília, v. 40, n. 3, p. 281-7, 2018a.

MILISTETD, M.; CIAMPOLINI, V.; SALLES, W. N.; RAMOS, V; GALATTI, L. R.; NASCIMENTO, J. V. A. Coaches' development in Brazil: structure of sports organizational programs. Sports Coaching Review, London, v. 1, p. 1-16, 2016.

MILISTETD, M.; GALATTI, L.; COLLET, C.; TOZETTO, A. B.; NASCIMENTO, J. V. Formação de treinadores esportivos: orientações para a organização das práticas pedagógicas nos cursos de bacharelado em educação física. Journal of Physical Education, Maringá, v. 28, n. 1, p. e2849, 2017.

MILISTETD, M.; SALLES, W. N.; BRASIL, V. Z.; SAAD, M. A.; NASCIMENTO, J. V. A formação de treinadores esportivos: realidade e perspectivas. In LEMOS, K. L. M.; GRECO, P. J.; MORALES, J. C. (org.). 5ª Congresso Internacional dos Jogos Desportivos. Belo Horizonte: EEFFTO/UFMG, 2015. p. 285-310.

MILISTETD, M.; TRUDEL, P.; MESQUITA, I.; NASCIMENTO, J. V. Coaching and Coach Education in Brazil. International Sport Coaching Journal, Birmingham, v. 1, n. 3, p. 165-72, 2014.

MILISTETD, M.; TRUDEL, P.; RYNNE, S.; MESQUITA, I. M. R.; NASCIMENTO, J. V. The Learner-Centred status of a Brazilian university coach education program. International Sport Coaching Journal, Birmingham, v. 5, n. 2, p. 105-15, 2018b.

NELSON, L. J.; CUSHION, C. J.; POTRAC, P. Formal, non-formal and informal coach learning: a holistic conceptualization. International Journal of Sports Science and Coaching, Teller Road, v. 1, n. 3, p. 247-59, 2006.

ROCCHI, M.; COUTURE, A. L. Recreational and developmental youth coach learning. Physical Education and Sport Pedagogy, London, v. 23, n. 3, p. 267-79, 2018.

RODRIGUES, H. A. Formação e desenvolvimento profissional do treinador: um estudo sobre os treinadores de basquetebol, suas identidades e saberes. 2014. 233f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Biodinâmica do Movimento e Esporte, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2014.

SANZ, D. R.; FUENTES, J. P.; VILLAR, F. A. La formación del entrenador de tenis. In: TORRES, G.; CARRASCO, L. Investigación en deportes de raqueta: tenis y bádminton. Múrcia: Universidad Católica San Antonio, 2004. p. 341-64.

STOSZKOWSKI, J.; COLLINS, D. Sources, topics and use of knowledge by coaches. Journal of Sports Sciences, London, v. 34, n. 9, p. 794-802, 2015.

TENNIS CANADA. Coaching development system. Canadá. 2014. Disponível em: <http://www.tpacanada.com/becoming-acoach/coachingincanada/coachingdevelopment-system>. Acessado em: 3 de março de 2014.

TOZETTO, A. B.; MILISTETD, M.; SCAGLIA, A. J.; DUARTE, T.; GALATTI, L. Football coaches‟ development in Brazil: A focus on the content of learning. Motriz, Rio Claro, v. 23, n. 3, p. 1-10, 2017.

TRUDEL, P.; CULVER, D.; WERTHNER, P. Looking at coach development from the coach-learner’s perspective: considerations for coach development administrators. In: POTRAC, P.; GILBERT, W.; DENISON, J. (Eds.). Routledge handbook of sports coaching. Abingdon: Routledge, 2013. p. 375-387.

Downloads

Publicado

22-05-2020

Como Citar

CORTELA, C. C.; KIST, C.; MILISTETD, M.; BOTH, J.; BALBINOTTI, C. A. A. Aprendizagem profissional de treinadores de tênis: um ensaio para primeiras aproximações com o contexto nacional de formação. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 18, n. 2, p. 107–114, 2020. DOI: 10.36453/2318-5104.2020.v18.n2.p107. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/24598. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Esportes de Raquete

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>