A experiência de um grupo de dança com atividades criativas durante a pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36453/cefe.2022.26974

Palavras-chave:

Dança, Mulheres, Pandemia.

Resumo


INTRODUÇÃO: Este é um relato de experiência de um grupo de dança durante o isolamento social imposto pela pandemia de COVID-19. Com a interrupção do funcionamento das escolas de dança, o grupo precisou se reinventar.
OBJETIVO: Relatar a experiência de um grupo de dança que existe há mais de 15 anos, composto por mulheres na meia idade, durante a pandemia em 2020, quando foram proporcionadas algumas atividades relacionadas à dança, de forma produtiva e as ações criativas para reforçar o relacionamento entre as participantes.
MÉTODOS: Foram lançados vários desafios de atividades para acontecerem na quarentena, inicialmente de forma despretensiosa, mas que acabaram dando muito sentido a esse tempo de isolamento vivido no ano de 2020.
RESULTADOS: Ao todo foram 12 diferentes atividades realizadas com muita criatividade, empolgação e engajamento, que contribuíram para manter as atividades de dança, a amizade, a descontração e a alegria desse grupo. Também foram produzidas duas coreografias no período de ocorrência das aulas no período presencial e online.
CONCLUSÃO: Considerando todas as dificuldades enfrentadas, pode-se inferir que esse foi um ano muito produtivo e de muita proximidade entre as integrantes do grupo, apesar de distantes fisicamente. Ao final, percebeu-se que muito foi realizado. De certa forma, talvez até mais do que se estivéssemos vivendo num ano “normal”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elida Fogliarini Capelatto, Academia Kraft Ballet, Campinas, Brasil

Professora de Educação Física, formada pela Pontificia Universidade Católica de Campinas. Especialista em Educação Física Escolar e em Pedagogia do Esporte Escolar pela Unicamp. Professora do Colégio Rio Branco Campinas, de 1991 até 2020, ministrando aulas para o Ensino Fundamental I e Dança. Coreógrafa de diversos grupos na área de Dança e Ginástica Geral.

Rosane Beltrão da Cunha Carvalho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), Campinas

Possui Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Especialização em Geriatria e Gerontoloigia Interdisciplinar pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal Fluminense, Título de Especialista em Gerontologia Social pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia -SBGG, Mestrado e Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase nos seguintes temas: atividade física e saúde, reabilitação cardiovascular, envelhecimento e qualidade de vida, educação física escolar. Professora do Instituto Federal de São Paulo (IFSP), Câmpus Campinas.

Referências

ARDILA OSORIO, G. P. Possibilidades e limites da dança para o empoderamento das mulheres: um olhar da saúde coletiva. 2015. 128f. Dissertação (Mestrado em Medicina Preventiva) - Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5137/tde-26102015-153202/publico/GinaPaolaArdilaOsorioVersaoCorrigida.pdf.

BARREIRA, C. R. A.; TELLES, T. C. B.; FILGUEIRAS, A. Perspectivas em psicologia do esporte e saúde mental sob a pandemia de covid-19. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 40, e243726, 1-14, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pcp/v40/1982-3703-pcp-40-e243726.pdf.

BARROS, M. B. A.; GRACIE, R. Relato de tristeza/depressão, nervosismo/ansiedade e problemas de sono na população adulta brasileira durante a pandemia de COVID-19. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 29, n. 4, 24 2020. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/ress/2020.v29n4/e2020427/pt/.

BATISTA, N. N. L. A. L.; MONTE, R. S.; LIMA, S. C. S.; MARINHO, A. R. L.; MOITA, D. K. L. S.; LIMA, L. O. M. Trabalhando a educação popular em saúde com a dança. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, Brasília, v. 6. Supl. 1, p. 817-23, 2015, Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/2726/2435.

BRANCO, S. M. L. A senhora dança? Um estudo exploratório da influência da dança no suporte social e no bem-estar Psicológico em Adultos Portugueses. 2011. ??f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica) - Instituto Superior Miguel Torga, Coimbra, 2011. Disponível em: https://www.psicologia.pt/teses/textos/TE0008.pdf.

BRITO, B.; RODRIGUES NETO, G.; SILVA, J. Qualidade de vida de praticantes de dança em academias no período pandêmico da covid-19. Revista de Ciências da Saúde Nova Esperança, Cidade, v. 19, n. 1, p. 24-30, 2021. Disponível em: https://revista.facene.com.br/index.php/revistane/article/view/680/453.

COSTA, R. F. A atividade física pode ajudar na luta contra a CoViD-19? Journal of Physical Education, Maringá, v. 89, n. 4, p. 224–227, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.37310/ref.v89i4.2720.

DIAZ, G. B.; GURGEL, L.G.; REPPOLD, C. T. Influência da dança na memória e atenção: uma revisão sistemática da literatura. Ciência e Movimento, Porto Alegre, v. 17, n. 35, p. 29-37, 2015. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ipa/index.php/RS/article/view/264/273.

FELTES, A. F.; PACHECO, D. S.; HERRMANN, J. C.; PINTO, A. S. Re-significando a prática docente em tempos de pandemia: transformando casas em salas de aula de dança. Revista da Fundarte, Montenegro, v. 21, n. 44, p. 1-18, 2021. Disponível em: http://.seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/revistadafundarte/index.

FILGUEIRAS, A.; STULTS-KOLEHMAINEN. The relationship between behavioural and psychosocial factors among brazilians in quarantine due to Covid-19. The Lancet Psychiatry, London, v.3, n.31, p. 1-17, 2020. Disponível em: https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=3566245.

FIOCRUZ. Fundação Oswaldo Cruz. Saúde mental e atenção psicossocial na pandemia de Covid- 19. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/documento/saude-mental-e-atencao-psicossocial-na-pandemia-covid-19. Acessado em: 05 de novembro de 2020.

GUIMARÃES, J. R.; BIANCHINI, H. M. Dança: um conteúdo desafiador. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 18, n. 1, p. 55-60, 2020. DOI: https://doi.org/10.36453/2318-5104.2020.v18.n1.p55.

GAJEWSKI, P. D.; FALKENSTEIN, M. Physical activity and neurocognitive functioning in aging - a condensed updated review. European Review of Aging and Physical Activity, Hidelberg, v. 13, n. 1, p. 1-7, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1186/s11556-016-0161-3.

LESSA, H. T. Aulas de dança em tempos de pandemia: (oscil)ações de uma professora-artista. Incomum - Revista de Arte, Educação, Profissionalização e Comunidades, Goiânia, v. 1, n. 2, p. 1-18, 2020. Disponível em: http://revistas.ifg.edu.br/incomum/article/view/872. Acessado em: 20 de dezembro de 2020.

MARSON, R. A. Atividade física e CoViD-19 – implicações biopsicofisiológicas: uma resenha do artigo de revisão de Woods et al. Journal of Physical Education, Maringá, v. 89, n. 4, p. 251-4, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.37310/ref.v89i4.2725.

MIYABRA, R. A dança como linguagem corporal. Revista Santa Rita, São Paulo, v. 8, n. 16, , p. 34-8, 2013. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Fernando_Almeida-Santos/publication/331210332_Atividades_de_Controladoria_em_uma_Rede_de_Estacionamentos/links/5c6c48d94585156b570a8d79/Atividades-de-Controladoria-em-uma-Rede-de-Estacionamentos.pdf#page=34. Acesso em: 04 out. 2020.

OLIVEIRA, F. P.; LIMA, M. R. S.; FARIAS, F. L. R. Terapias integrativas e complementares em situações emocionais na pandemia do COVID-19. Revista Interdisciplinar, Teresina, v. 13, n. 1, p. 1-8, 2020. Disponível em: https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/1778/0.

MUIÑOS, M.; BALLESTEROS, S. Does physical exercise improve perceptual skills and visuospatial attention in older adults? A review. European Review of Aging and Physical Activity, Hidelberg, v. 15, n. 2, p. 1-12, 2018. Disponível em: https://eurapa.biomedcentral.com/track/pdf/10.1186/s11556-018-0191-0.pdf.

OLIVEIRA, M. P. S.; SANTOS, E. V.; RODRIGUES, M. R. S.; SILVA, L. A. Dança e saúde: discutindo sobre os principais benefícios da dança nos aspectos psicológicos em mulheres. Revista de Educação, Saúde e Ciências do Xingu, Belém, v. 1, n. 2, p. 35-43, 2020. Disponível em: https://core.ac.uk/download/pdf/288212877.pdf.

OPAS. Organização Pan-Americana da Saúde. OMS afirma que COVID-19 é agora caracterizada como pandemia. OPAS Brasil. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6120:oms-afirma-que-covid-19-e-agora-caracterizada-como-pandemia&Itemid=812. Acessado em: 07 de julho de 2020.

SILVEIRA, M. P.; SILVA FAGUNDES, K. K.; BIZUTTI, M. R.; STARCK, E.; ROSSI, R. C.; RESENDE E SILVA, D. T. Physical exercise as a tool to help the immune system against COVID-19: an integrative review of the current literature. Clinical and Experimental Medicine (Online), Nova York, n. 21, n. 1, p. 15-28, 2020. Disponível em: https://link.springer.com/content/pdf/10.1007/s10238-020-00650-3.pdf. Acessado em: 26 de junho de 2021.

Downloads

Publicado

01.01.2022

Como Citar

CAPELATTO, E. F.; CARVALHO, R. B. da C. A experiência de um grupo de dança com atividades criativas durante a pandemia. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 20, p. e–26974, 2022. DOI: 10.36453/cefe.2022.26974. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/26974. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Relato de Experiência