MUDANÇAS MORFOLÓGICAS EM MULHERES PRATICANTES DE JUMP FIT®: UM ESTUDO LONGITUDINAL

Autores

  • Leandro Rafael Muller
  • Edílson Hobold
  • Jaqueline Andréa Sarturi Picinini

Palavras-chave:

JUMP FIT®, Composição Corporal, Aptidão Física.

Resumo


Acredita-se que o JUMP FIT ® promove a melhora da aptidão física geral com baixo impacto. O objetivo deste estudo foi identificar as contribuições desta modalidade na melhora de composição corporal. As avaliações foram realizadas a cada 6 meses, em 16 mulheres (27,94±9,23 anos). Para o tratamento estatístico utilizou-se o programa SPSS for Windows ® versão 11.5 com estatística descritiva básica, teste “t” para amostras pareadas e correlação linear de Pearson (r). Os resultados apontaram que as dobras cutâneas supraIlíaca e coxa medial, apresentaram uma redução linear. O percentual de gordura e a massa de gordura apresentaram uma redução em suas médias. Por sua vez a massa corporal magra apresentou um aumento médio de 2 kg. Observaram-se correlações moderadas entre o número de aulas e o percentual de gordura (r=-0,67 e p<0,01), a massa de gordura (r=-0,63 e p<0,01) e o índice de massa corporal (r=-0,54 e p<0,05). Concluiu-se que, o JUMP FIT® pode ser indicado como uma modalidade que proporciona não só a condição aeróbia, mas também a manutenção e melhora de aspectos morfológicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12.01.2011

Como Citar

MULLER, L. R.; HOBOLD, E.; PICININI, J. A. S. MUDANÇAS MORFOLÓGICAS EM MULHERES PRATICANTES DE JUMP FIT®: UM ESTUDO LONGITUDINAL. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 9, n. 17, p. 67–74, 2011. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/4475. Acesso em: 8 ago. 2022.