Considerações histórico-sociológicas acerca do basquete de rua e suas possíveis relações com a educação física escolar

Autores

  • Felipe Canan Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)
  • Rogério Vaz da Silva Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

Palavras-chave:

Campo esportivo, Mídia, Cultura corporal.

Resumo


O basquete de rua surgiu como forma informal de se praticar o basquetebol tradicional e se transformou em prática própria, ressignificada por instituições e agentes envolvidos. Os objetivos da pesquisa pautaram-se em contextualizar o basquete de rua, relacioná-lo ao contexto escolar e identificar se existe demanda e utilização do mesmo nas aulas de Educação Física escolar em um município interiorano. A pesquisa se dividiu em duas partes: a primeira, teórica, utilizou análise histórico-sociológica para contextualizar o basquete de rua e estabelecer possíveis relações com a escola; a segunda, empírica, adotou pesquisa descritiva de cunho quantitativo, e utilizou como instrumento, questionário criado especificamente para tal, buscando verificar qual o comportamento dos professores de Educação Física do município de Marechal Cândido Rondon-PR (N=11) em relação ao basquete de rua. Identificou-se que basquete de rua é uma manifestação esportivo-cultural complexa, ressignificada por diferentes formas de manipulação de diferentes instituições, como mídia, investidores e organizações sociais, e que é apropriado de diferentes maneiras por diferentes agentes. No contexto escolar, pode se apresentar como conteúdo complementar, pois além de se caracterizar como uma manifestação da cultura de movimento, apresenta possibilidades de discussão crítica social. No cenário pesquisado, os professores pouco conhecem e utilizam o basquete de rua como conteúdo escolar e não percebem demanda para sua utilização. Assim, o basquete de rua não se apresenta relevante no contexto pesquisado, mas pode ser considerado conteúdo importante, sob a ótica de suas transformações sociais, em cenários onde esteja mais presente..

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BETTI, I. C. R. Esporte na escola: mas é só isso, professor? Motriz, Rio Claro, v. 1, p. 25-31, 1999.

BOURDIEU, P. Questões de sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero Limitada, 1983.

BOURDIEU, P. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 2004.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Educação Física, 3º e 4º ciclos, v. 7, Brasília: MEC, 1998.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

DAMATTA, R. A bola corre mais que os homens: duas copas, treze crônicas e três ensaios sobre futebol. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

DARIDO, S. C. A Educação Física na escola e o processo de formação dos não praticantes de atividade física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 18, p. 61-80, 2004.

DARIDO, S. C. Educação Física na escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

DOMINGUES, A.; CRUZ, L.; MARCHI JÚNIOR, W. A mídia, o street ball e o habitus esportivo: um ensaio sobre a relação de proximidade e influência da mídia nas disposições para agir em quadra. 25. CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN LATINOAMERICANA DE SOCIOLOGIA. Anais… Porto Alegre, 2005, s/p.

DUARTE, R. J. B. O basquete de rua como manifestação da cultura corporal étnica em Salvador. África e Afri¬canidades, Rio de Janeiro, v. 8, s/p, 2012.

JESUS, A. C. A.; VOTRE, S. Basquete de rua na cidade do Rio de Janeiro. Pensar a Prática, Goiânia, v. 4, p. 936- 950, 2012.

MARCHI JÚNIOR, W. “Sacando” o voleibol. São Paulo: Hucitec; Ijuí: UNIJUÍ, 2004.

MARTINELLI, C. R.; MERIDA, M.; RODRIGUES, G. M.; GRILLO, D. E.; SOUZA, J. X. Educação Física no ensi¬no médio: motivos que levam as alunas a não gostarem de participar das aulas. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 5, p. 13-19, 2006.

OLIVEIRA, V. D.; ALBUQUERQUE, L. R. Esportes complementares na Educação Física escolar do ensino mé¬dio. 10. CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Anais... Curitiba, 2011. p. 5179-5191.

PAES, R. R.; MONTAGNER, P. C.; FERREIRA, H. B. Pedagogia do esporte: iniciação e treinamento em basque¬tebol. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2009.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Livro Didático Público - Educação Física: ensino médio. Curitiba: SEED, 2006.

RODRIGUES, E. F. Esporte-Espetáculo na Sociedade: tendências e influências dos meios de comunicação e a pedagogia do esporte. Monografia (Conclusão de Curso) - Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

ROMÃO, A. C. L.; DUARTE, A. C. G. O. A possível influência da mídia na escolha do esporte como conteúdo de aula pelos professores de Educação Física do ensino médio. 1. SEMINÁRIO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR. Anais... São Carlos, 2006.

SÁ, J. J.; MYSKIW, M. Transformação didático-pedagógica e o ensino de novos esportes no ensino médio: um relato de experiência. Caderno de Educação Física, Marechal Cândido Rondon, v. 8, n. 14, p. 87-98, 2009.

SCAGLIA, A. J. O futebol e as brincadeiras de bola: a família dos jogos de bola com os pés. São Paulo: Phorte, 2011.

SILVA, C. A. F.; CORREIA, A. M. Espetáculo e reflexividade: a dimensão estética do basquete de rua. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 30, n. 1, p. 107-122, 2008.

Downloads

Publicado

28-09-2013

Como Citar

CANAN, F.; SILVA, R. V. da. Considerações histórico-sociológicas acerca do basquete de rua e suas possíveis relações com a educação física escolar. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 11, n. 1, p. 65–77, 2013. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/8294. Acesso em: 1 dez. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)