TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DO GOVERNO FEDERAL: UMA ANÁLISE SOBRE A ÓTICA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E CONTROLE

VOLUNTARY TRANSFERS FROM THE FEDERAL GOVERNMENT: AN ANALYSIS OT THE PLANNING, MANAGEMENT AND CONTROL PERSPECTIVE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/revistacsp.v20i38.27335

Palavras-chave:

Accountability. Políticas públicas. Transferências Voluntárias

Resumo


O estudo objetiva verificar as percepções dos gestores municipais quanto ao planejamento e coordenação por parte da União, em relação aos repasses de recursos aos municípios. Na aplicação do survey, 75 servidores responderam (13 distritais e 62 municipais). Os resultados mostram que há necessidade de maior envolvimento dos órgãos federais nas fases de elaboração, execução e prestação de contas, para gerir os recursos federais visando a entrega dos produtos das políticas públicas às populações focais dos objetos dos acordos; necessidade de maior apoio da cúpula administrativa dos partícipes para a melhoria no processo; que falta melhorar o controle; e a baixa percepção em relação a processos, sistemas, canais de comunicação que permita o controle social participar dos inter-relacionamentos entre União e as entidades públicas para a formatação e execução dos planos de trabalho.

Publicado

24-09-2021

Como Citar

CORDEIRO, P. R. M.; DANTAS, J. M. M.; PEREIRA, C. C. TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DO GOVERNO FEDERAL: UMA ANÁLISE SOBRE A ÓTICA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E CONTROLE: VOLUNTARY TRANSFERS FROM THE FEDERAL GOVERNMENT: AN ANALYSIS OT THE PLANNING, MANAGEMENT AND CONTROL PERSPECTIVE. Revista Ciências Sociais em Perspectiva, [S. l.], v. 20, n. 38, 2021. DOI: 10.48075/revistacsp.v20i38.27335. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/ccsaemperspectiva/article/view/27335. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos