A SUSTENTABILIDADE NA AGRICULTURA FAMILIAR: INDICADORES E ÍNDICES ECONÔMICOS E SOCIAIS DE AVALIAÇÃO

Autores

  • Jaime Antonio Stoffel
  • Silvio Antonio Colognese

DOI:

https://doi.org/10.48075/rtc.v22i44.12931

Palavras-chave:

Agricultura familiar, Multidimensionalidade, Sustentabilidade, Formas de organização produtivas.

Resumo


O objetivo central deste artigo é avaliar a sustentabilidade da agricultura familiar, por meio da proposição de indicadores e índices relativos às dimensões econômica e social envolvendo diferentes formas de organização produtivas, vistas a partir de contextos locais. A análise multidimensional permitiu captar tanto os fenômenos internos quanto os externos que interferem na sustentabilidade das propriedades de agricultura familiar pesquisadas. As especificidades e generalidades ficaram explicitas nos indicadores propostos e avaliados. O modelo utilizado demonstrou que teve a sensibilidade na apresentação dos seus parâmetros para captar, de certa forma, as idiossincrasias de cada propriedade nas diferentes formas de organização produtivas. Isso permite que se possa olhar a questão da sustentabilidade de forma individual, como também em contextos localizados para o conjunto das propriedades agrícolas.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

STOFFEL, J. A.; COLOGNESE, S. A. A SUSTENTABILIDADE NA AGRICULTURA FAMILIAR: INDICADORES E ÍNDICES ECONÔMICOS E SOCIAIS DE AVALIAÇÃO. Tempo da Ciência, [S. l.], v. 22, n. 44, p. 47–59, 2000. DOI: 10.48075/rtc.v22i44.12931. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/view/12931. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>