“Eu vejo na minha sexualidade o motivo para viver melhor o que é ser cristão”: Ressignificação e regulação das homossexualidades no Projeto Aprisco

Autores

  • Alessandra dos Reis
  • Cristina Satiê de Oliveira Pátaro
  • Frank Antonio Mezzomo

DOI:

https://doi.org/10.48075/rtc.v28i55.28031

Palavras-chave:

Homossexualidades, religião, identidades, sexualidades.

Resumo


O Projeto Aprisco é uma iniciativa da comunidade católica Fraternidade O Caminho, no munícipio de Campo Mourão, PR, que visa dialogar e acolher pessoas com relacionamentos homossexuais. Neste artigo, analisamos as compreensões desses sujeitos no que tange às experiências no âmbito religioso, buscando observar de que forma os mesmos ressignificam a relação com a religião e as sexualidades. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 8 participantes do Projeto, com idades entre 22 e 30 anos, e que mantinham relacionamentos homossexuais. Os resultados evidenciaram o enraizamento de uma concepção heteronormativa que é compartilhada pela Igreja, pela sociedade e também pelos próprios participantes. Após serem acolhidos(as), esses sujeitos compreendem essa iniciativa como uma rede de apoio, o que acaba por ressignificar a relação com a Igreja, com Deus e com as sexualidades. Todavia, esse acolhimento acontece por meio de uma regulação das sexualidades, de modo que tal elemento, assim como a dimensão religiosa, têm atuado como modeladores da subjetividade dos membros do Projeto Aprisco.

 

 

Biografia do Autor

Alessandra dos Reis

Doutoranda em Sociologia (PPGSP/UENF); mestre em Sociedade e Desenvolvimento (PPGSeD/Unespar); especialista em Psicoterapia Cognitivo Comportamental e Análise do comportamento; graduada em psicologia.

Cristina Satiê de Oliveira Pátaro

Docente dos Programas de Pós-Graduação Interdisciplinar Sociedade e Desenvolvimento, História Pública e do Mestrado Profissional em Ensino de História da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR. Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo – USP (2011). Mestra em Educação pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2006). Pedagoga pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2001).

Frank Antonio Mezzomo

Docente dos Programas de Pós-Graduação Interdisciplinar Sociedade e Desenvolvimento, História Pública e do Mestrado Profissional em Ensino de História da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR. Doutor em História pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2009). Mestre em História pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2000). Especialista em História pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE (1998). Graduado em Filosofia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná -UNIOESTE (1996).

Downloads

Publicado

25-08-2021

Como Citar

REIS, A. dos; PÁTARO, C. S. de O.; MEZZOMO, F. A. “Eu vejo na minha sexualidade o motivo para viver melhor o que é ser cristão”: Ressignificação e regulação das homossexualidades no Projeto Aprisco. Tempo da Ciência, [S. l.], v. 28, n. 55, p. 88–108, 2021. DOI: 10.48075/rtc.v28i55.28031. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/view/28031. Acesso em: 24 jan. 2022.