MÚSICA PARA KOTO ALÉM-MAR: O CASO DO GRUPO MIWA

Autores

  • Alice Lumi Satomi

DOI:

https://doi.org/10.48075/rtc.v20i39.9815

Palavras-chave:

Minoria étnica. Comunidade nikkei. Transterritorialização. Sôkyoku

Resumo

O foco do artigo é um grupo de sôkyoku, música para koto, em São Paulo. Miwa é onome da fundadora de um dos primeiros grupos de música clássica japonesa no Brasil. Apósuma breve abordagem histórica, o trabalho reflete sobre os aspectos de manutenção eadaptação do comportamento musical, construídos a partir dos depoimentos e do acervo,sobretudo, da herdeira, a professora Miriam Sumie Saito. Pelo fato de preservar uma atitudemais solidária do que musical, trata-se do grupo que apresenta a conduta mais alternativizadaperante os grupos similares transterritorializados para São Paulo.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

SATOMI, A. L. MÚSICA PARA KOTO ALÉM-MAR: O CASO DO GRUPO MIWA. Tempo da Ciência, [S. l.], v. 20, n. 39, p. 157–174, 2000. DOI: 10.48075/rtc.v20i39.9815. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/view/9815. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos