TIÃOZINHO E MIGUILIM: A REPRESENTAÇÃO DA INFÂNCIA EM MUNDOS FICCIONAIS DE GUIMARÃES ROSA

Autores

  • Salete Paulina Machado Sirino Universidade Estadual do Paraná/Campus de Curitiba II / FAP
  • Rita Felix Fortes Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v13i30.16711

Palavras-chave:

Personagens rosianos, infância, Tiãozinho e Miguilim.

Resumo


Neste estudo, estabelece-se uma correlação entre a infância representada nos mundos ficcionais Conversa de Bois e Campo Geral, de João Guimarães Rosa, com o conceito sociológico de infância advindo da tradição europeia, abordados por Elizabeth Badinter, que traça o percurso histórico da concepção de infância que muda ao longo do tempo.  Tal conceito se entranha à cultura brasileira e foi renitente e tardia a modernização, conforme analisa Gilberto Freyre – cujo autor aborda a condição da criança brasileira ao longo do período colonial e imperial.  Condição esta que, nas regiões mais isoladas – como é o caso do planalto central brasileiro – perdurou quase imutável até as primeiras décadas do século XX. E, ainda, visando destacar a passagem precoce de menino a “homem” de Tiãozinho e de Miguilim, respectivamente, protagonistas nas referidas obras rosianas, a análise pauta-se nos estudos sobre o valor simbólico do rito de passagem de Mircea Eliade. 

Biografia do Autor

Salete Paulina Machado Sirino, Universidade Estadual do Paraná/Campus de Curitiba II / FAP

Doutora em Letras pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Docente e Diretora do Centro de Artes da UNESPAR/Campus de Curitiba II / FAP.  Atua nas seguintes Linhas de Pesquisa: Cinema Brasileiro: da criação à difusão; e Literatura Brasileira: sociedade e mito.

 

Rita Felix Fortes, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Pós-Doutora em Literatura Comparada e Doutora em Letras pela UFRS, Professora do Curso de Letras e do Programa d Pós-Graduação - Mestrado e Doutorado - em Letras, da Universidade Estadual do Oeste do Parana. Atua nas seguintes Linhas de Pesquisa: Linguagem Literária e Interfaces Sociais: Estudos Comparados e Literatura Brasileira: sociedade e mito.

Downloads

Publicado

20-10-2017

Como Citar

SIRINO, S. P. M.; FORTES, R. F. TIÃOZINHO E MIGUILIM: A REPRESENTAÇÃO DA INFÂNCIA EM MUNDOS FICCIONAIS DE GUIMARÃES ROSA. Trama, [S. l.], v. 13, n. 30, p. 125–147, 2017. DOI: 10.48075/rt.v13i30.16711. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/16711. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Temas Livre