COGNIÇÃO NO INTERACIONISMO SOCIODISCURSIVO DE BRONCKART: elementos para uma revisão do estatuto das fases cognitivas envolvidas na transformação estrutural do conteúdo temático

Autores

  • Selmo Ribeiro Figueiredo Junior

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v8i16.6952

Palavras-chave:

Interacionismo sociodiscursivo, cognição, níveis de contingência.

Resumo


Nosso objeto teórico é o modelo de cognição adotado pelo interacionismo sociodiscursivo de Bronckart, tomando como base o texto Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sociodiscursivo, publicado originalmente em 1997 na França. Propusemos uma revisão do estatuto das fases cognitivas envolvidas com a transformação do conteúdo temático que o texto empírico portará. Nesse sentido, sugerimos a identificação dos níveis de contingência do conteúdo temático e a noção de ‘injunção gramatical’ como construto explicativo hipotético das últimas etapas transformacionais daquele conteúdo.

Downloads

Publicado

21-08-2012

Como Citar

RIBEIRO FIGUEIREDO JUNIOR, S. COGNIÇÃO NO INTERACIONISMO SOCIODISCURSIVO DE BRONCKART: elementos para uma revisão do estatuto das fases cognitivas envolvidas na transformação estrutural do conteúdo temático. Trama, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 109–124, 2012. DOI: 10.48075/rt.v8i16.6952. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/6952. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO