FINITUDE E TRADIÇÃO CRISTÃ: O OLHAR DA LITERATURA INGLESA

Autores

  • Gladir da Silva Cabral

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v10i19.7949

Palavras-chave:

Finitude, Cristianismo, Dylan Thomas.

Resumo


Este artigo apresenta a análise do poema “And Death Shall Have no Dominion”, de Dylan Thomas, autor inglês do século XX, com o objetivo de ver em que medida o autor apresenta a questão da finitude, tendo como pano de fundo a tradição cristã. O estudo mostra que, apesar de seus pontos de conexão com a tradição cristã, a perspectiva de Dylan Thomas se afasta da visão ortodoxa da teologia cristã ao propor a integração do indivíduo nos elementos e forças da natureza.

Downloads

Publicado

07-04-2014

Como Citar

CABRAL, G. da S. FINITUDE E TRADIÇÃO CRISTÃ: O OLHAR DA LITERATURA INGLESA. Trama, [S. l.], v. 10, n. 19, p. 49–64, 2014. DOI: 10.48075/rt.v10i19.7949. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/7949. Acesso em: 11 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGO