PESQUISAS EMPÍRICAS NO CONHECIMENTO ECOLÓGICO TRADICIONAL DE PLANTAS MEDICINAIS

Autores

  • Henrique De Sá Tschumi
  • Eduardo Juan Soriano-Sierra

Palavras-chave:

Ervas Medicinais, Conhecimento Indígena, Conhecimento Local, Fluxo de Conhecimento

Resumo


O conhecimento ecológico tradicional - CET, que é passado oralmente através de gerações, corre riscos de se perder, pois os jovens não estão interessados, os detentores do conhecimento estão falecendo. Objetiva-se, então, mapear o perfil e analisar as pesquisas acadêmico-cientificas sobre conhecimento ecológico tradicional, pela perspectiva empírica quantitativa. A bibliometria foi a responsável por fornecer a avaliação quantitativa do tema e a revisão integrativa a qualitativa, tomando-se a base de dados Web Of Science. A posição do Brasil é notável, possuindo duas instituições, das dez, que mais publicaram sobre o tema, além de ser o terceiro com mais trabalhos publicados. Observou-se entre os artigos, problemas metodológicos, principalmente na parte de amostragem, mas também na definição das variáveis. Assim, este trabalho inicia a discussão sobre a importância do Brasil nas publicações sobre CET, sugerindo que outras bases de dados sejam analisadas, e aponta do potencial da gestão do conhecimento como mitigador dos riscos de perda do CET.

Downloads

Publicado

19-12-2014

Como Citar

TSCHUMI, H. D. S.; SORIANO-SIERRA, E. J. PESQUISAS EMPÍRICAS NO CONHECIMENTO ECOLÓGICO TRADICIONAL DE PLANTAS MEDICINAIS. Travessias, Cascavel, v. 8, n. 3, 2014. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/10823. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO