Representações docentes sobre o papel da supervisão escolar na Educação Básica

Autores

  • José Edimar Souza

Palavras-chave:

Supervisão escolar, representações, educação básica.

Resumo


Estudo tem como objetivo conhecer e compreender o contexto em que a figura do supervisor pedagógico insere-se no cotidiano da Escola Básica. A investigação apresenta elementos bibliográficos e resultados da aplicação de um questionário com professores do Ensino Fundamental de escolas do município gaúcho de Novo Hamburgo. Análise sustenta-se na perspectiva teórica da história cultural valorizando elementos do cotidiano das práticas desenvolvidas pelos supervisores escolares. Utiliza-se, além dos depoimentos dos dez professores entrevistados a metodologia documental para construção da empiria. Constata-se que, na percepção dos professores, as principais atribuições do supervisor escolar se encontram: no trabalho de acompanhamento dos alunos, professores e das ações burocráticas. 

Referências

BACELLAR, Carlos. Fontes documentais. Uso e mau uso dos arquivos. In: PINSKY, Carla Bassanezi. (Org.). Fontes históricas. 3ª. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

BARCELOS, Ana Regina Ferreira de. Supervisão escolar na Rede Municipal de Ensino de Florianópolis: ascenção, declínio e ressignificação de uma função. Tese (Doutorado Educação). 321 f. 2014. Univerisdade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, SC, 2014.

CALDIERARO, Ires Parisotto. Escola de Educação Básica: Institutos Legais, Organização e Funcionamento. Porto Alegre: Edição da autora, 2006.

CHARTIER, Roger. À beira da falésia: a história entre incertezas e inquietude/ trad. RAMOS, Patrícia Chittoni, Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2002.

CHARLOT, Bernard. Relação com o saber, formação dos professores e globalização. Questões para a educação hoje. Porto Alegre: Artemed, 2005.

COUTINHO, Kecia Cardoso. A função supervisora no cotidiano de uma escola pública no município de Ingá/PB [manuscrito].2011. 40 p. Monografia de Conclusão de Curso. Graduação em Pedagogia. Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Educação, 2011.

FERNÁNDEZ, Alícia. Os idiomas do aprendende: análise de uma modalidade ensinante em família, escolas e meios de comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2001.

FISCHER, Beatriz Terezinha Daudt. Professoras: histórias e discursos de um passado presente. Pelotas: Seiva, 2005.

GATTI, Bernadete; ANDRÉ, Marli. A relevância dos métodos de pesquisa qualitativa em Educação no Brasil. In: WELLER, Wivian; PFAFF, Nicolle (Org.). Metodologia da pesquisa qualitativa em Educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010. p. 29-38.

LE GOFF, Jaques. História e memória. Tradução de Bernardo Leitão et al. 3. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1997.

LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação escolar: políticas, estrutura e organização, Cortez: São Paulo, 9ª. Ed., 2010.

MACHADO, Laêda Bezerra; ARRIBAS, Noemi Cathia Andrade Lira. Coordenador Pedagógico na Escola Pública: uma análise à luz das representações sociais. Educação em Foco. Juiz de Fora, v. 16, n. 1, p. 171-192, mar./ago. 2011.

MONTENEGRO, Fabrícia Sousa; COSTA, Efigênia Maria Dias; BARBOSA, Rita Cristiana. Representações sociais sobre o papel do supervisor escolar na organização do trabalho pedagógico: um olhar de professores e gestores. In: 62ª. REUNIÃO ANUAL DA SBPC. Natal, RN, UFRN, 25 a 30 de junho de 2010. Disponível em: <http://www.sbpcnet.org.br/livro/62ra/resumos.htm > Acesso em: 4 de abr. 2015.

OLIVEIRA, Leda Maria Leal de. Memórias e experiências: desafios da investigação histórica. In: FENELON, Déa Ribeiro et al. Muitas memórias, outras histórias. São Paulo: Olho D'água, 2004. p. 263- 281.

PESAVENTO, Sandra Jathay. História & História Cultural. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

RANGEL, Mary (Org.). Supervisão pedagógica. Princípios e práticas. 8ª.ed. Campinas, SP: Papirus, 2008.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Planejamento, Gestão e Participação Cidadã. SEPLAG. Atlas socioeconômico do Rio Grande do Sul. Procergs. [2014?].Disponível em:<http://www1.seplag.rs.gov.br/atlas/conteudo.asp?cod_menu_filho=791&cod_menu=790&tipo_menu=APRESENTACAO&cod_conteudo=1328>. Acesso em: 06 jan. 2014.

ROCHA, Silvio. (Org.). Escola cidadã em Novo Hamburgo: participação, qualidade e aprendizagem. Novo Hamburgo: Prefeitura Municipal, 2012.

ROLLA, Luiza Coelho de Souza. Liderança educacional: um desafio para o supervisor escolar. Dissertação de Mestrado em Educação. Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre (PIC/RS). 2006.

SILVA, Robson Carlos da; CARVALHO, Marlene Araújo de. Concepções e importância da supervisão escolar: um olhar dos agentes escolares de uma escola pública Estadual de Teresina. In: Anais do II Encontro De Pesquisa Em Educação Da UFPI – 2002. GT-01 Formação e Construção de Saberes. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ. Programa de Pós-Graduação em Educação. Teresina: Piauí. Disponível em: <http://www.ufpi.br/subsiteFiles/ppged/arquivos/files/eventos/evento2002/GT.1/GT1_17_2002.pdf> Acesso em: 20 abr. 2015.

SOUZA, Dóris Helena de; GASPAROTTO, Mara; SOARES, Maria Inês Bitencourt et al. A origem e a Hisória da Supervisão Escolar no Contexto mundial e brasileiro. In: CADERNOS PEDAGÓGICOS SMED – NÚMERO 10. O Especialista em Educação na perspectiva da Escola Cidadã. Porto Alegre: Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre, 1996, p. 12-15.

Downloads

Publicado

12-07-2016

Como Citar

SOUZA, J. E. Representações docentes sobre o papel da supervisão escolar na Educação Básica. Travessias, Cascavel, v. 10, n. 2, p. 65–79, 2016. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/14605. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO