VAGANDO NO TEMPO: A POÉTICA DOS VESTIDOS DE NOIVA

Autores

  • Beatriz Helena Dal Molin

Palavras-chave:

História, Memória, Multiplicidade, Poética.

Resumo


Neste trabalho que reúne som, imagens, memória e tecnologia apresentamos

fotografias do casamento dos pioneiros de uma cidade do sudoeste do Paraná. As imagens

fazem parte da pesquisa histórica sobre a vida dos pioneiros que povoaram a região entre

os anos 1930 a 1975. Discorremos rapidamente sobre a história dos vestidos de noiva

através dos tempos. As fotografias fazem parte de uma pesquisa histórica embasada na

corrente “Historia do Cotidiano” e, portanto, mantivemos neste trabalho, as datas reais da

realização dos enlaces. Os haicais que construímos revelam de modo poético as histórias de

vida dos pioneiros em cena. Gilles Deleuze é o teórico que embasa o presente trabalho,

pois compreendemos pela leitura de suas obras o quanto de rizoma, de singularidade, de

multiplicidade, de territorialização e desterritorialização apresenta a escolha da

indumentária feminina para uma dada época. As fotografias foram eleitas nossos

operadores de conexões para entrar no texto deleuziano. O trabalho se apresenta em um

misto de poesia, história, teoria, tecnologia e arte conjugando passado, presente e futuro na

medida em que abre uma perspectiva de continuidade, observação e compreensão da

desterritorialização que caracteriza este tipo de estudo. Reconhecemos através deste

trabalho o quanto é fundamental pensar um conceito de multiplicidade de formas de vida,

uma vez que acreditamos que é a pluralidade de uma vida e das vidas que constroem o não

consenso no contexto da vida cotidiana e a colore, assim, com vários matizes.

Downloads

Publicado

30-08-2008

Como Citar

DAL MOLIN, B. H. VAGANDO NO TEMPO: A POÉTICA DOS VESTIDOS DE NOIVA. Travessias, Cascavel, v. 2, n. 2, 2008. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/3062. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

IMAGENS E SONS