POLARÓIDES URBANAS: UMA ANÁLISE DOS CONFLITOS DA PÓS-MODERNIDADE NAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS MIDIÁTICAS

Autores

  • Oton Magno Santos
  • Natanael Reis Bomfim

Palavras-chave:

identidade, representação social, pós-modernidade

Resumo


Esse artigo tem o objetivo de compreender os conflitos da pós-modernidade, representados no filme Polaróides Urbanas (2008), através das práticas sociais dos sujeitos. Especificamente, buscamos neste trabalho discutir a diversidade de elementos da representação social, os quais se relacionam, dialeticamente, na constituição social dos sujeitos, destacando as complexidades, que surgem à medida que eles interagem com os outros em seus diferentes espaços de vivência. Nas narrativas pós-modernas, a representação de processos de construção e desconstrução de identidade oferece um leque de possibilidades no que tange à compreensão e o reconhecimento das  diversas máscaras sociais presentes no perfil da nossa sociedade. Pesquisadores como Hanna Arendt (2007), Linda Hutcheon (1991), Nestor Garcia Canclini (2008), Stuart Hall (2005), Martin-Barbero (2004) e Muniz Sodré (2000) fundamentam as reflexões presentes neste trabalho.

Downloads

Publicado

26-10-2011

Como Citar

SANTOS, O. M.; BOMFIM, N. R. POLARÓIDES URBANAS: UMA ANÁLISE DOS CONFLITOS DA PÓS-MODERNIDADE NAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS MIDIÁTICAS. Travessias, Cascavel, v. 5, n. 2, 2011. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/4321. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: CRÍTICA E MODERNIDADE