TERMINOLOGIA DE ESPECIALIDADE E IDENTIDADE CULTURAL: O CASO DOS EMPRÉSTIMOS LINGUÍSTICOS NA LÍNGUA ÁRABE

Autores

  • Elias Mendes Gomes

Palavras-chave:

Árabe, Terminologia, Empréstimo lingüístico, Língua de especialidade,

Resumo


Toda comunidade linguística possui um conjunto de crenças – e mitos – acerca de sua própria língua.  Dependendo do conteúdo dessas crenças, o reconhecimento e aceitação de empréstimos advindos de outros sistemas linguísticos podem ser, em muitos casos, matéria de disputa.   O empréstimo, considerado como um termo advindo de uma língua estrangeira, ou, no interior de uma mesma língua, como originário de um outro universo linguístico, é comum em todas as línguas de especialidade, e o árabe não é exceção.  Esse fenômeno sempre teve lugar de destaque nas dicussões de filólogos e gramáticos árabes do passado bem como nos da modernidade.  Explora-se aqui, historicamente, sua participação – apesar da resistência de muitos – na formação neológica das línguas de especialidade.

Downloads

Publicado

04-11-2011

Como Citar

GOMES, E. M. TERMINOLOGIA DE ESPECIALIDADE E IDENTIDADE CULTURAL: O CASO DOS EMPRÉSTIMOS LINGUÍSTICOS NA LÍNGUA ÁRABE. Travessias, Cascavel, v. 5, n. 2, 2011. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/4879. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

LINGUAGEM