APROPRIAÇÕES DO PENSAMENTO DE ZYGMUNT BAUMAN PARA ANÁLISE DA CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA CONTEMPORÂNEA

Autores

  • Marina Aparecida Espinosa Negri

Palavras-chave:

Modernidade - Pós-Modernidade - Peregrino - Turista - Criação Publicitária

Resumo


A partir de um recorte do ideário do pensador polonês Zygmunt Bauman - mais notadamente no que tange à sua conceituação sobre Modernidade e Pós-Modernidade e à criação das Metáforas do Peregrino e do Turista -, este Artigo propõe-se a estabelecer uma conexão informal entre a rede ideológica delimitada e o formato da Criação Publicitária veiculada na contemporaneidade. O ponto nevrálgico comum às duas plataformas situa-se no aspecto previsível, redundante e descartável de grande parte dos anúncios publicitários atuais e na concepção do pensador sobre a efemeridade e o descompromisso que pautam o comportamento humano e a retórica social nos dias de hoje.

Downloads

Publicado

18-09-2012

Como Citar

NEGRI, M. A. E. APROPRIAÇÕES DO PENSAMENTO DE ZYGMUNT BAUMAN PARA ANÁLISE DA CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA CONTEMPORÂNEA. Travessias, Cascavel, v. 6, n. 2, 2012. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/6504. Acesso em: 21 out. 2021.

Edição

Seção

ARTE E COMUNICAÇÃO