PROCESSOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM ONLINE: POSSIBILIDADES PARA SE PENSAR EDUCAÇÕES NA/COM A CIBERCULTURA

Autores

  • Dilton Ribeiro Couto Junior

Palavras-chave:

Cibercultura, Redes sociais da internet, Facebook, Educação.

Resumo


Este texto apresenta parte dos resultados de pesquisa de Mestrado recentemente concluída. O objetivo deste trabalho é o de pensar educações na/com a cibercultura, buscando novas possibilidades para que estudantes e professores aprendam juntos a partir dos usos das interfaces digitais nos processos comunicacionais. Para isso, a pesquisa investigou a relação que noventa e oito jovens, dentre eles professores recém-formados, estabelecem com seus pares na interface Facebook. A fundamentação teórico-metodológica apoiou-se nas contribuições da etnografia virtual e no diálogo com autores dos campos da comunicação e educação. As conclusões apontam para a relevância do Facebook para propiciar que as diferentes vozes dos professores e dos estudantes sejam ouvidas e interpeladas, criando vínculos mais estreitos entre todos os envolvidos nos processos de ensinar e aprender, e abrindo novas possibilidades para que o diálogo online seja potencializado entre os internautas. Isso proporcionou repensar as práticas pedagógicas no contexto das dinâmicas comunicacionais, considerando a interação e a colaboração, próprias da cibercultura.

Downloads

Publicado

04-08-2014

Como Citar

COUTO JUNIOR, D. R. PROCESSOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM ONLINE: POSSIBILIDADES PARA SE PENSAR EDUCAÇÕES NA/COM A CIBERCULTURA. Travessias, Cascavel, v. 8, n. 1, 2014. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/6599. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO