O TRABALHO DOCENTE COM GÊNEROS DISCURSIVOS EM SALA DE AULA: INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS

Autores

  • Luiza Franco Duarte
  • Josiele Kaminski Corso Ozelame

Palavras-chave:

Letramento. Leitura e Escrita. Mediação Docente e Pedagógica.

Resumo


Muitas práticas de ensino de língua portuguesa desenvolvem uma linguística artificial, por isso, o presente texto, de cunho teórico e conceitual, tem o objetivo de problematizar o processo de ensino e aprendizado da língua e as práticas de letramento mediante o uso de gêneros discursivos em sala de aula nos anos iniciais do ensino fundamental. Para subsidiar a análise, recorre-se à perspectiva do ensino de língua portuguesa pautada na própria leitura de textos, na produção de textos e por meio da análise linguística para possibilitar o efetivo domínio, em sua modalidade oral e escrita, da língua padrão. Dessa forma, como o professor reconhece quais são os tipos de textos em circulação na sociedade? Como consolidar o processo de letramento nas práticas escolares? Para debater tais indagações, concebe-se o professor como mediador do processo pedagógico por entender que são os próprios gêneros discursivos, quando não produzidos de modo superficial e trabalhados artificialmente na escola, constituem-se no maior e melhor instrumento pedagógico que a atividade docente dispõe para desenvolver e oportunizar didaticamente a apropriação da língua pelos alunos. Os estudos sinalizam como a intencionalidade da mediação pedagógica do professor propicia: práticas reais de leitura e escrita em sala de aula, discussão da função social da língua, o conhecimento da diversidade textual pelo trabalho com os próprios gêneros discursivos e, principalmente, aborda a natureza e as especificidades das práticas sociais e culturais de letramento, pois nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a escola tem o papel de formação de usuários da língua.

Downloads

Publicado

14-05-2013

Como Citar

DUARTE, L. F.; OZELAME, J. K. C. O TRABALHO DOCENTE COM GÊNEROS DISCURSIVOS EM SALA DE AULA: INTERVENÇÕES PEDAGÓGICAS. Travessias, Cascavel, v. 6, n. 3, 2013. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/7227. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO