OS DESAFIOS QUE O POVO MAKHUA ENCONTRA PARA MANTER SUA CULTURA DIANTE DO PLURILINGUISMO NA REGIÃO DE CABO DELGADO, MOÇAMBIQUE

Autores

  • Latifo Fonseca
  • Rejane Hauch Pinto Tristoni

Resumo


A proposta dessa pesquisa, em andamento, é averiguar como o povo Makhuwa conserva sua língua, suas crenças, suas tradições diante da diversidade cultural – linguística da região norte de Moçambique. Percebe–se que uma das maneiras encontradas para manter sua identidade é vivenciar seus costumes. Para tanto, surgiu a necessidade de comentar sobre a diversidade cultural Makhuwa, tais como, dança, canto, provérbio, gastronomia e ritos de iniciação. Diante disso, este trabalho pretende focalizar o modo de viver desde povo que, embora tenha sido colonizado por Portugal e, ainda, pelo fato da língua do dominador ter–lhe sido imposta, bem como sua cultura, este povo sempre buscou uma forma de resistir. Será discutido também, no decorrer desse trabalho, os conflitos linguísticos entre a Língua Emakhuwa e as diversas línguas faladas em Moçambique e região, dentre elas, o português. Explica–se, em tempo, que devido à complexidade territorial e a ramificação da Língua Emakhuwa na região, esta pesquisa focaliza apenas o povo Ashaga, bem como sua identidade. 

Downloads

Publicado

01-09-2013

Como Citar

FONSECA, L.; TRISTONI, R. H. P. OS DESAFIOS QUE O POVO MAKHUA ENCONTRA PARA MANTER SUA CULTURA DIANTE DO PLURILINGUISMO NA REGIÃO DE CABO DELGADO, MOÇAMBIQUE. Travessias, Cascavel, v. 7, n. 1, 2013. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/8274. Acesso em: 21 out. 2021.

Edição

Seção

CULTURA