TESSITURAS DO TEMPO E A ARTE DA MEMÓRIA

Autores

  • Acir Dias da Silva

Resumo


As imagens do cinema incorporam experiências humanas e tecem sentidos entrelaçados aos elementos da realidade. As histórias narradas no cinema compõem, de forma plástica, reverberações da arte da memória descrita por Cícero e Quintiliano. Diante disso, falaremos sobre os estilhaços da cultura nos movimentos estéticos e éticos ocorridos na modernidade e a conservação de ícones e emblemas que persistem na atualidade das imagens do cinema. Para tanto, pontuaremos, nessas imagens, elocuções e ornamentos alusivos ao tempo e ao passado. Destacam-se os mitos e suas personificações precárias materializados em sentidos, tanto nas formas plásticas como nas literárias.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

SILVA, A. D. da. TESSITURAS DO TEMPO E A ARTE DA MEMÓRIA. Travessias, Cascavel, v. 7, n. 2, 2000. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/9264. Acesso em: 28 out. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: ARTE, COMUNICAÇÃO, CINEMA, MEMÓRIA E CULTURAS HÍBRIDAS