FRONTEIRAS DO CAPITAL ENTRE BRASIL E PARAGUAI

Roberto Navega, Tatiane dos Santos Navega Costa

Resumo


O presente artigo tem como objetivo trazer dados a respeito da íntima relação que vem se estabelecendo entre Brasil e Paraguai referente à tentativa de atração de investimentos feita por este último, na obtenção de capitais provenientes do primeiro. Iremos demonstrar as estratégias adotadas pelo governo paraguaio e como os empresários brasileiros estão se aproveitando de tal fato. Utilizaremos, a seguir, como metodologia, uma investigação bibliográfica feita em um manual de divulgação de 2015 da FIEMS, Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul, referente às possibilidades de investimento de capitais brasileiros em solo paraguaio. Tal manual se chama Guia de Investimento Paraguai, e traz uma série de dados, dicas, explicações, procedimentos, para facilitar a vida do investidor. Esperamos ao final do texto termos explicitado as estratégias do Paraguai para atrair investimentos, como também as estratégias dos empresários brasileiros para aproveitar tais oportunidades de negócio. Procuraremos avaliar os possíveis motivos da adoção destas práticas por parte do Paraguai e os possíveis efeitos de tais práticas a longo prazo, tentando ampliar nossa visão em relação aos movimentos, fluxos e estratégias na fronteira dos dois países.


Palavras-chave


Investimento; Brasil; Paraguai; fronteira; capital

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Alamedas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Alamedas - Revista Eletrônica de Filosofia


e-ISSN 1981-0253

Unioeste

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Toledo

Rua da Faculdade, 645 - Jardim La Salle

CEP: 85903-000 – Toledo-Paraná-Brasil

Fone: (45) 3379-7071

| revistaalamedas@gmail.com |