Avaliação postural em membros inferiores de escolares por meio da biofotogrametria

Verônica Ferreira Chagas, Christian Remígio Rodrigues

Resumo

Introdução: Este estudo preocupou-se com o tema postura corporal em escolares com 10 a 15 anos de idade da rede pública de ensino do município de Águia Branca (ES). Objetivo: avaliar membros inferiores de escolares de 10 a 15 anos de idade de ambos os sexos. Métodos: foram demarcados pontos anatômicos localizados em membros inferiores (espinha ilíaca ântero-superior, trocânter maior do fêmur, cabeça da fíbula, ponto médio da patela, tuberosidade da tíbia, maléolos medial e lateral, e ponto entre o segundo e terceiro osso metatarsal) seguidos de fotografias (biofotogrametria). Em seguida foi utilizado o Software para a Avaliação Postural (SAPO) para realizar a análise das fotografias. Resultados: verificou-se que os desvios mais frequentes foram o desnível do quadril, joelho valgo e joelho flexo. Houve maior frequência de desvios no joelho no sexo feminino e de desvios no quadril no sexo masculino (apesar de ambos os sexos apresentarem porcentagem altas nas duas localidades de desvios). Conclusão: é sugestivo que as escolas e os professores, não apenas do município estudado, trabalhem com propostas de prevenção de tais desvios, pois a partir destes, outras alterações (articulares, musculares ou em forma de desvios) poderão surgir ao longo de suas vidas.

ABSTRACT. Postural evaluation in lower limbs of schoolchildren by biophotogrammetry. Introduction: this study was concerned with the theme of corporal posture in students aged 10 to 15 years of age in the public school system of the city Águia Branca-ES. Objective: to evaluate the lower members of schoolchildrens between 10 and 15 years of age of both genders. Methods: anatomical points were demarcated in lower members (antero-superior iliac spine, bigger trochanter of the femur, fibula head, mid-point of the patella, tuberosity of the tibia, medial and lateral malleoli, and point between the second and third metatarsal bones), and then photographed (biophotogrammetry). After, using the Posture Assessment Software (PAS/SAPO) to perform the analysis of the photographs. Results: it was verified that the most frequent deviations were the hip drop, valgus knee and flex knee. There was a higher frequency of female knee deviations and hip deviations in males (although both genders presented high percentage in the two deviation locations). Conclusion: It is suggestive that schools and teachers, not only in the city studied, work with proposals to prevent such deviations, since from these, other changes (joint, muscle or in the form of deviations) may arise throughout their lives.

Palavras-chave

Postura corporal, Escolares, SAPO

Texto completo:

PDF

Referências

CONTRI, D. E.; PETRUCELLI, A.; PEREA, D. C. B. N. M. Incidência de desvios posturais em escolares do 2° ao 5° ano do Ensino Fundamental. ConScientiae Saúde, v. 8, n. 2, p. 219-24, 2009.

DELGADO, M. M. Desvios posturais da coluna vertebral. 2016. 8f. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso em Educação Física) - Faculdade Santo Antônio da Platina, Assis, 2016.

DETSCH, C.; CANDOTTI, C. T. A incidência de desvios posturais em meninas de 6 a 17 anos da cidade de Novo Hamburgo. Movimento, Porto Alegre, v. 7, n. 15, p. 43-56, 2007. DOS SANTOS, J. D. M.; DE OLIVEIRA, M. A.; DA SILVEIRA, N. J. F.; CARVALHO, S. S.; OLIVEIRA, A. G. Confiabilidade inter e intraexaminadores nas mensurações angulares por fotogrametria digital e goniometria. Fisioterapia em Movimento, Curitiba, v. 24, n. 3, p. 389-400, 2011.

FALCÃO, F. R. C.; MARINHO, A. P. S.; SÁ, K. N. Correlação dos desvios posturais com dores musculoesqueléticas. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, Salvador, v. 6, n. 1, p. 54-62, 2007.

FERREIRA, E. A. G. Postura e controle postural: desenvolvimento e aplicação de método quantitativo de avaliação postural. 2005. 114f. Tese (Doutorado em Ciências) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

FONTOURA, A. S.; FORMENTIN, C. M.; ABECH, E. A. Guia prático de avaliação física: uma abordagem didática, abrangente e atualizada. 2. ed. São Paulo: Phorte, 2013.

FUJITANI, R.; JIROMARU, T.; KIDA, N.; NOMURA ,T. Effect of standing postural deviations on trunk and hip muscle activity. Journal of Physical Therapy Sciense, Tokio, v. 29, n. 7, p. 1212-5, 2017.

KAPANDJI, I. A. Fisiologia articular: esquemas comentados de mecânica humana. 5. ed. Rio de Janeiro: Panamericana, 2000. Volume 2.

MARTINELLI, A. R.; PURGA, M. O.; MANTOVANI, A. M.; CAMARGO, M. R.; ROSELL, A. A.; FREGONESI, C. E. P. T.; FREITAS JUNIOR, I. F. Análise do alinhamento dos membros inferiores em crianças com excesso de peso. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 124-30, 2011.

PENHA, P. J.; JOÃO, S. M. A.; CASAROTTO, R. A.; AMINO, C. J.; PENTEADO, D. C. Postural assessment of girls between 7 and 10 years of age. Clinics, São Paulo, v. 60, n. 1, p. 9-16, 2005.

SANT’ANA, H. G. F. Modelo computacional baseado em conhecimento para avaliação postural tridimensional. 2017. 72f. Dissertação (Mestrado em Modelagem Computacional do Conhecimento) – Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2017.

SKAGGS, D. L.; EARLY, S. D.; D’AMBRA, P.; TOLO, V. T.; KAY, R. Back pain and backpacks in school children. Journal of Pediatric Orthopaedics, Hagerstown, v. 26, n. 3, p. 358-63, 2006.

SMITH, L. K.; WEISS, E. L.; LEHMKUHL, L. D. Cinesiologia clínica de Brunnstrom. 5. ed. São Paulo: Manole, 1997.

VIOLA, D. C. M.; LENZA, M.; DE ALMEIDA, S. L. F.; DOS SANTO, O. F. M. P.; CENDOROGLO NETO, M.; LOTTENBERG, C. L.; FERRETTI, M. Redução do custo em cirurgia de coluna em um centro especializado de tratamento. Einstein, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 102-7, 2013.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';