O ROMANCE MACHADIANO “DOM CASMURRO” SOB A ÓTICA DA ESTÉTICA DA RECEPÇÃO

Caroline Alves da Silva, Cleidi Stresnke, Keila Fernandes

Resumo

O romance “Dom Casmurro”, de autoria de Machado de Assis, vem sendo, desde a época de sua publicação, objeto de discussões e problematizações acerca de um dos seus temas centrais: a infidelidade conjugal da personagem Capitu a seu marido, Bento Santiago. Nesta perspectiva, este trabalho visa analisar e relacionar as interpretações da obra realizadas no decorrer do tempo embasando-se na teoria literária da Estética da Recepção, criada na década de 1960 pelo crítico literário Hans Robert Jauss; teoria, esta, que considera o leitor como elemento central da interpretação do texto literário. Como aporte metodológico nos valeremos de Castro (2013), Lopes (2011), Tomazi (2016) e Zappone (2003). Concluiu-se, a partir desta pesquisa, que as ideologias, culturas e costumes vigentes em cada momento sócio-histórico são determinantes para o entendimento e posicionamento dos leitores(as) quando à culpabilidade (ou não) da protagonista Capitu.

Texto completo:

PDF