ANÁLISE DA ARBORIZAÇÃO URBANA DA ÁREA CENTRAL DE PONTA GROSSA-PR

Zíngara Rocio dos Santos Eurich, Danielle Cristina Carneiro, Fabio Luiz Maliski, Nilva Giane Trajano Gonçalves, Silvia Méri Carvalho

Resumo

Vários são os benefícios advindos da arborização urbana planejada, sendo de suma importância não apenas para a ambiência da cidade, mas também para a maior qualidade de vida de seus cidadãos. O presente estudo teve por objetivo analisar quali-quantitativamente a arborização e verificar a relação conflituosa entre indivíduos arbóreos e a capacidade de suporte das vias presentes na área central da cidade de Ponta Grossa-PR. Perfazendo um total de 37,64 Km, percorridos em 41 vias, foram obtidas informações relativas à identificação, características e entorno das espécies. Das 1238 árvores analisadas, 73,96% são exóticas e 26,04% são de origem nativa, sendo ao todo 48 espécies diferentes distribuídas em 24 famílias. Foram verificadas as podas, onde a mais realizada foi a leve (43,7%), o porte com mais frequência encontrado foi o porte médio (46,66%), a largura das calçadas, das quais a maioria (25) suporta árvores de porte médio e quanto aos conflitos, a falta de espaço (46,6%) foi o mais ocorrente. De modo geral, os resultados mostram que a falta de um Plano de Arborização Urbana para o município reflete as dificuldades na gestão e manutenção dos indivíduos arbóreos viários analisados.

Palavras-chave

Arborização urbana; Arborização viária

Texto completo:

PDF