A TRÍPLICE FRONTEIRA INTERNACIONAL ENTRE BRASIL, PARAGUAI E ARGENTINA: CONTEXTO HISTÓRICO, ECONÔMICO E SOCIAL DE UM ESPAÇO CONHECIDO PELA VIOLÊNCIA E PELAS PRÁTICAS ILEGAIS

Sandra Cristiana Kleinschmitt, Paulo Roberto Azevedo, Eric Gustavo Cardin

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar o contexto histórico, econômico e social  da tríplice fronteira internacional formada por Brasil, Paraguai e Argentina. Essa fronteira é historicamente conhecida pelas altas taxas de homicídios e pelas várias práticas ilegais. Essas práticas podem ir da passagem de produtos estrangeiros de um lado para outro, entre os países, sem a declaração oficial às autoridades, até a própria produção, circulação e venda de mercadorias falsificadas. O artigo apresenta cada lado dos países estudados, para finalmente realizar uma análise da região integrada, sua dinâmica local, sua relação com as práticas ilegais, bem como a discussão sobre a associação com o tráfico de drogas, armas e demais mercadorias ilícitas e a relação com o terrorismo. Todos esses elementos fundamentam as acusações das mídias nacionais e internacionais como um território de contravenções e de insegurança nacional.

Palavras-chave

Tríplice Fronteira Internacional. Foz do Iguaçu. Puerto Iguazu. Região Metropolitana de Ciudad Del Este.

Texto completo:

PDF