“SER CRIANÇA ERA MOLEZA”: A CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO ADOLESCENTE EM “ADEUS CONTO DE FADAS”, DE LEONARDO BRASILIENSE

Francisco Vieira da Silva, Ananias Agostinho da Silva

Resumo

Este ensaio analisa a constituição do sujeito adolescente em microcontos publicados na coletânea “Adeus conto de fadas”, do escritor gaúcho Leonardo Brasiliense. Tomamos como aparato teórico as reflexões de Foucault a respeito do sujeito, do discurso, do saber e do poder, as quais estarão sensíveis às especificidades do texto literário, sobre o qual lançamos o nosso olhar analítico.

Texto completo:

PDF