A Literatura na era digital: expansão dos suportes e convergências de mídias

Alinny Rodrigues Pereira Silva

Resumo

Com a diluição da especificidade da literatura houve um alargamento dos horizontes da produção artística, o que de certo modo promoveu a expansão dos suportes, que vão além do livro impresso, juntamente com a convergência das mídias. Neste sentido, o texto literário adquiriu novas parcerias que vão desde a presença de imagens em movimento, músicas, jogos, sonoridades, hiperlinks entre outros recursos multimídia, bem como a democratização do espaço literário com a inserção de novas vozes de representação popular que até então foram historicamente excluídas. Surgem também novos espaços de publicação e divulgação que vão desde blogs, rede sociais entre tantos outros. Há um novo perfil de autor e de publico leitor, pulverizam-se as fronteiras e barreiras, há uma implosão dos limites de modo que ocorre uma aproximação até então, não imaginada entre autor, texto e leitor, por meio das facilidades de acesso, interatividade, múltiplas linguagens e da liberdade de escolhas em relação à condução da leitura. Para a fundamentação teórica citam-se discussões sobre a literatura e sua multiplicidade na contemporaneidade (RESENDE, 2008; GARRAMUÑO, 2014; SCHØLLHAMMER, 2011), sobre a literatura na era digital (SPALDING 2012; DARNTON, 2010), o leitor literário desde o suporte impresso ao digital, (SILVA e COSTA 2012; LEITE 2016 e CHARTIER, 2007).

Palavras-chave

Literatura, era digital, multimídias

Texto completo:

PDF