FATORES DE RISCO E DESENVOLVIMENTO MOTOR DE BEBÊS PEQUENOS PARA IDADE GESTACIONAL (PIG) A TERMO E PRÉ-TERMO

Eloá Maria dos Santos Chiquetti, Ane Caroline Freitag Carvalho, Ângela Kemel Zanella, Nadia Cristina Valentini

Resumo

Objetivo: descrever e comparar as características socioeconômicas e biológicas e o desempenho motor de bebês nascidos pequenos para idade gestacional a termo e pré-termo. Materiais e Métodos: estudo observacional, de desenho transversal, do qual participaram 41 bebês até quatro meses de idade corrigida, nascidos pequenos para idade gestacional – PIG (peso < 10º percentil). O desempenho motor foi avaliado pelo instrumento Test of Infant Motor Performance (TIMP). O teste avalia o controle motor postural e movimentos seletivos necessários para o desempenho funcional do cotidiano em bebês entre 34 semanas pós-menstrual até 17 semanas de idade corrigida. Medidas de tendência central, distribuição e frequência, bem como os testes de Shapiro-Wilk, Mann-Whitney, qui-quadrado, correlações de Pearson e tau de Kendall foram utilizados. Resultados: a maioria dos bebês da amostra (53,7%) apresentou desempenho motor atípico, e entre os que nasceram prematuros 70% deles exibiram atraso no desenvolvimento motor. Nossos achados mostraram uma associação significativa entre o desenvolvimento motor e a idade gestacional dos bebês PIG (τ = 0,327, p = 0,013). Fatores socioeconômicos, como renda familiar, idade e nível de escolaridade da mãe, não influenciaram o desenvolvimento motor dos bebês da amostra.  Conclusão: bebês nascidos pequenos para a idade gestacional apresentam risco para atraso do desenvolvimento motor, sendo que esse risco aumenta quando está associado a prematuridade.

Palavras-chave

Desenvolvimento Motor; Pequeno para Idade Gestacional; Lactente; Fatores de Risco.

Texto completo:

PDF