DESEMPENHO AGRONÔMICO DE GENÓTIPOS DE GIRASSOL CULTIVADOS SOB DÉFICIT HÍDRICO NO SEMIÁRIDO MINEIRO

Autores

  • Sirlene Lopes de Oliveira
  • Aroldo Gomes Filho
  • Daniel Pereira Soares
  • Thaisa Aparecida Neres de Souza
  • Raniell Inácio Leandro
  • Elisane Nascimento Rodrigues

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v6i4.16438

Palavras-chave:

Hellianthus annus, produção, variabilidade genética

Resumo


O girassol é uma cultura que apresenta alta plasticidade, dessa forma se adapta às varias condições climáticas, tornando-se uma alternativa de produção na região do semiárido. O propósito do presente trabalho foi avaliar o desempenho produtivo e estimar a divergência genética de 13 genótipos de girassol cultivados sob déficit hídrico nas condições do semiárido norte mineiro com base em características morfoagronômicas. Para tanto, conduziu-se o experimento em área experimental localizada no Instituto Federal do Norte de Minas gerais – Campus Januária na safra de 2015/2016. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso e quatro repetições. Os dados obtidos foram submetidos à Análise de Variância e ao teste de Skott Knott a 5% de probabilidade.  Para a análise multivariada, empregou-se a análise de componentes principais e o agrupamento de Tocher a fim de estimar a dissimilaridade genética entre os genótipos. Para a análise de correlação, utilizou-se a correlação simples de Pearson e seu desdobramento a partir da análise de trilha. Os resultados demonstraram que o genótipo BRSG51 apresentou maior produtividade, seguido do genótipo SYN045. Com relação à divergência genética, observou-se que os genótipos avaliados apresentaram alta variabilidade genética. Verificou-se que caracteres como stand, altura de plantas e massa de mil grãos se correlacionaram positivamente com a produtividade. Variáveis como Data de floração inicial e peso de mil aquênios proporcionaram efeitos diretos sobre a produção, podendo estas, serem indicadas como parâmetros de seleção indireta. 

Downloads

Publicado

18-12-2017

Como Citar

OLIVEIRA, S. L. de; FILHO, A. G.; SOARES, D. P.; SOUZA, T. A. N. de; LEANDRO, R. I.; RODRIGUES, E. N. DESEMPENHO AGRONÔMICO DE GENÓTIPOS DE GIRASSOL CULTIVADOS SOB DÉFICIT HÍDRICO NO SEMIÁRIDO MINEIRO. Acta Iguazu, [S. l.], v. 6, n. 4, p. 93–104, 2017. DOI: 10.48075/actaiguaz.v6i4.16438. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/16438. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS