PESQUISANDO NA PRISÃO FEMININA: DESAFIOS DA ALTERIDADE

Autores

  • Katiuska Gloria Simões

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v4i1.14578

Palavras-chave:

Prisão feminina, Sistema prisional, Alteridade

Resumo


O presente texto surgiu como resultado das atividades realizadas na disciplina de Teoria Antropológica do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais – Nível de Mestrado. Após as discussões realizadas em sala, exponho algumas percepções sobre os desafios da alteridade no exercício da minha pesquisa em prisões femininas. A pesquisa que irei me referir está em andamento no Centro de Reintegração Social Feminino na cidade de Foz do Iguaçu. Na qual estou desenvolvendo a observação direta e exponho os desafios da pesquisa, evidenciando a alteridade existente. Será exposta no texto a relação de aproximação e distanciamento entre a pesquisadora e as interlocutoras que a pesquisa na instituição prisional exige.
Palavras–Chave: Prisão feminina; Alteridade; Antropologia.

Downloads

Publicado

01-07-2016

Como Citar

SIMÕES, K. G. PESQUISANDO NA PRISÃO FEMININA: DESAFIOS DA ALTERIDADE. Alamedas, [S. l.], v. 4, n. 1, 2016. DOI: 10.48075/ra.v4i1.14578. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/14578. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios