EMISSORAS COMUNITÁRIAS: UMA ALTERNATIVA CRÍTICA À COMUNICAÇÃO DE MASSA

Autores

  • Emerson Cristofoli

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v1i1.229

Resumo


A constituição da formação das opiniões dos homens é um processo sócio-cultural formatado por movimentos históricos. Tais movimentos da sociedade capitalista, vinculados aos meios de comunicação de massa moldaram as concepções ideológicas da sociedade ocidental. A sociedade industrial e a indústria cultural, camufladas nos meios de comunicação, foram as responsáveis pelo estrago de elementos de cidadania, democratização e liberdade de expressão nos jornais, revistas, TV, rádio e cinema. A comunicação popular surge como alternativa dentro de um processo histórico comunicacional. Destaca-se a experiência da radiodifusão com as emissoras comunitárias. Mesmo com todas as dificuldades para a obtenção das concessões as emissoras comunitárias demonstram algumas experiências que tem possibilitado aperfeiçoamento dos modos de resistência e suscitando alternativas de comunicação para a sua comunidade.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

CRISTOFOLI, E. EMISSORAS COMUNITÁRIAS: UMA ALTERNATIVA CRÍTICA À COMUNICAÇÃO DE MASSA. Alamedas, [S. l.], v. 1, n. 1, 2000. DOI: 10.48075/ra.v1i1.229. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/229. Acesso em: 26 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios