Exercício do poder e manifestações da verdade na análise foucaultiana do Édipo Rei

Autores

  • Igor Corrêa de Barros Universidade Federal de São João del Rei

DOI:

https://doi.org/10.48075/rd.v7i1.27142

Palavras-chave:

Foucault. Aleturgia. Poder.

Resumo


Este artigo tem por objetivo apresentar Michel Foucault como um intérpreteoriginal e assíduo de Édipo Rei, retomando a leitura realizada pelo autor no curso Dogoverno dos vivos (1979-1980), à luz dos aportes teórico-metodológicos da ética. Pretendese discutir a tragédia de Sófocles em termos de aleturgia, como um ritual de manifestaçãode verdade e exercício de poder. Para isso, apresenta-se o conceito de aleturgia e rituaisde verdade; em seguida caracterizam-se as formas de aleturgia encontradas em Édipo Rei;por fim, investiga-se em que consiste o saber de Édipo e a relação entre a arte de governaros homens e a autoaleturgia.

Downloads

Publicado

25-03-2021

Como Citar

BARROS, I. C. de. Exercício do poder e manifestações da verdade na análise foucaultiana do Édipo Rei. Revista DIAPHONÍA, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 129–142, 2021. DOI: 10.48075/rd.v7i1.27142. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/diaphonia/article/view/27142. Acesso em: 28 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos