O PRAZER DA DOR ALHEIA E A IRONIA NO CONTO “A CAUSA SECRETA’’, DE MACHADO DE ASSIS

Autores

  • Milena Rolim Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Karl Thommy Noamann

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo analisar o conto “A causa secreta”, do escritor brasileiro Machado de Assis, com ênfase na ironia presente na mesma e no prazer da dor alheia, característica psicológica do personagem principal da obra, Fortunato. Os autores que serviram como base para a análise foram, fundamentalmente, Moraes (2009), Torres (2008) e Candido (1995). Para tanto, buscou-se observar os estudos que os autores supracitados elaboraram sobre a obra em particular e sobre Machado de Assis. A presente pesquisa encontrou diversos aspectos interessantes da obra, que convergem com as pesquisas anteriores observadas, demonstrando traços do autor que revelam sua genialidade na abordagem dos temas e problemas sociais da época.

Publicado

20-12-2017

Como Citar

ROLIM, M.; NOAMANN, K. T. O PRAZER DA DOR ALHEIA E A IRONIA NO CONTO “A CAUSA SECRETA’’, DE MACHADO DE ASSIS. Ensaio - Revista de Divulgação Científica, Teste, v. 1, n. 2, 2017. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/ensaio/article/view/18506. Acesso em: 20 jan. 2022.

Edição

Seção

Esquema de Machado de Assis