Calçadas Públicas como Fator de Acessibilidade e Mobilidade Urbana na Cidade de Tefé-AM

Autores

  • Rosilene Batista Nunes
  • Eubia Andréa Rodrigues

Palavras-chave:

Espaço urbano, Acessibilidade, Mobilidade, Calçadas, Pedestres

Resumo


O presente artigo trata das questões sobre as calçadas públicas como fator de acessibilidade e mobilidade urbana na cidade de Tefé-AM; especificamente no Centro da cidade, tendo como objetivo compreender os elementos que interferem na mobilidade e acessibilidade humana nas calçadas públicas. A pesquisa configurou-se em uma abordagem qualitativa, que se deu em várias etapas: foram feitas observações do local em análise, elaboração de questionário e entrevistas com os pedestres. Diante das análises ficou claro que as calçadas são usadas para exposição de roupas,estacionamento de motos, como base para o comércio ambulante, além de outras utilidades. Todos esses fatores servem de obstáculos, impedindo o direito de ir e vir de cada cidadão, assegurados pela Constituição Federal. E o poder público se isenta de promover a acessibilidade e mobilidade urbana, não havendo fiscalização e nem projetos que busquem melhorias para esta situação que expressa o caos. Partindo do pressuposto de que a mobilidade urbana está ligada à qualidade de vida, a situação dos passeios públicos da cidade de Tefé não se enquadra nos padrões de acessibilidade e mobilidade urbana satisfatória. Faz-se necessário que o poder público planeje ações que priorizem uma urbanização adequada com a realidade dos citadinos.

Downloads

Publicado

19-03-2018

Como Citar

BATISTA NUNES, R.; RODRIGUES, E. A. Calçadas Públicas como Fator de Acessibilidade e Mobilidade Urbana na Cidade de Tefé-AM. Perspectiva Geográfica, [S. l.], v. 12, n. 17, p. 164–180, 2018. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/pgeografica/article/view/19099. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos