Análise Fitolitica Aplicada na Reconstituição Paleoambiental na ESEC Caetetus – Gália (SP)

Autores

  • Erica de Souza
  • Márcia Regina Calegari
  • Pablo Vidal Torrado
  • Marco Madella
  • Rodrigo Macedo

Resumo


Nesta pesquisa a análise fitolítica foi aplicada em área de preservação ambiental da Floresta Estacional Semidecidual– FES, localizada no interior da Estação Ecológica de Caetetus, no município de Gália, Estado de São Paulo. O estudo foi realizado empregando uma abordagem multiproxy visando e um conjunto de dados inter-relacionados e complementares teve como objetivo organizar a coleção de referência de fitólitos modernos (CRFM) da FES e entender a trajetória evolutiva e cronológica da vegetação da área da ESEC Caetetus, no Planalto Ocidental Paulistas, durante o Holoceno, visando contribuir para o entendimento da história climática e da vegetação da região, subsídio para preservação desse fragmento de floresta. A reconstituição da vegetação ESEC permitiu identificar que durante o Holoceno inferior na área prevaleceu uma vegetação mais aberta que atual, que durante o Holoceno médio sofreu uma abertura ainda maior, associada a um período mais seco e quente que o anterior, que teria permitido a formação de uma vegetação semelhante a um Cerrado/Cerradão, com importante contribuição de plantas lenhosas. A atual Floresta Estacional Semicidual teria iniciada a sua formação em torno de 1.400 anos AP.

Downloads

Publicado

11-02-2020

Como Citar

DE SOUZA, E.; CALEGARI, M. R.; VIDAL TORRADO, P.; MADELLA, M.; MACEDO, R. Análise Fitolitica Aplicada na Reconstituição Paleoambiental na ESEC Caetetus – Gália (SP). Perspectiva Geográfica, [S. l.], v. 14, n. 20, p. 96–106, 2020. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/pgeografica/article/view/24032. Acesso em: 9 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos