REPRESENTAÇÃO CULTURAL BRASILEIRA EM MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

Autores

  • Ana Carolina Borges-Calil
  • Lúcia Maria de Assunção Barbosa

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v13i29.16041

Palavras-chave:

cultura, materiais didáticos, língua estrangeira, representação.

Resumo


O presente artigo se propõe a discutir a questão da representação cultural, em específico da cultura brasileira, em materiais didáticos de ensino de língua inglesa como língua estrangeira – EFL. Para embasar a discussão proposta, as questões de cultura e representação, assim como da relevância do material didático no processo de ensino aprendizagem são discutidos de maneira abrangente. Exemplos específicos de materiais didáticos, em especial a coleção Time Zones da editora Cengage são usados como estudo de caso e exemplos das questões aqui debatidas. Afinal, qual o papel da cultura no aprendizado de uma língua? Qual a importância de que o aluno veja sua cultura representada no material didático? Quão precisas são essas representações e, mais importante, o quão eivadas por estereótipos?

 


Downloads

Publicado

01-06-2017

Como Citar

BORGES-CALIL, A. C.; BARBOSA, L. M. de A. REPRESENTAÇÃO CULTURAL BRASILEIRA EM MATERIAIS DIDÁTICOS DE LÍNGUA ESTRANGEIRA. Trama, [S. l.], v. 13, n. 29, p. 60–82, 2017. DOI: 10.48075/rt.v13i29.16041. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/trama/article/view/16041. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Ensino de Línguas Estrangeiras e de Literaturas Estrangeiras